São Paulo começa nesta quarta a produzir primeiro lote da Butanvac

 


O Instituto Butantan começa, nesta quarta-feira (28), a produzir as primeiras doses da Butanvac. O objetivo é que as primeiras 18 milhões de doses da vacina, que não depende de insumos internacionais, fiquem prontas na primeira quinzena de junho.

Nesta quarta, se inicia a produção do primeiro lote com 1 milhão de doses. O anúncio foi feito pelo governador João Doria ao lado do presidente do Butantan, Dimas Covas.

O processo para registro do composto está em tramitação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas com atraso. O pedido para teste em humanos anunciado em 26 de março ainda não teve análise concluída pela agência.

A Anvisa argumenta que os documentos entregues estão incompletos. A previsão inicial de que a vacina pudesse ser aplicada em julho foi adiada para setembro.

Nesta quarta, embora ainda não tenha entregue todo material, João Doria pediu agilidade da agência. Destacou que o Butantan tem décadas de experiência neste tipo de composto.

A vacina considerada pelo governo como 100% nacional usa a mesma tecnologia do imunizante da gripe, produzido com ovos de galinha.

Metrópoles

Nenhum comentário