Câmara de Natal aprova leis que incentivam cultura e artesanato na capital

 


Garantir mais incentivo à cultura e ao artesanato na capital potiguar. Esse foi o objetivo da aprovação de dois projetos de lei apreciados em segunda discussão durante a Sessão Ordinária remota desta terça-feira (27), no plenário da Câmara Municipal de Natal. 

A primeira matéria de Nº 193/2019, de autoria da vereadora Divaneide Basílio (PT), e subscrita por outros parlamentares, autoriza a criação da campanha de Incentivo à Musica Autoral em Natal. A iniciativa visa promover a música potiguar e incentivar o trabalho dos artistas locais. “Pensar na valorização dos artistas é pensar na saúde, na cultura, na educação e na vida. Parabéns a todos os artistas potiguares, viva a música local e autoral”, ressaltou Divaneide. 

Já com foco nos artesãos, foi aprovada a Lei Nº 66/2020, de autoria do vereador Kleber Fernandes (PSDB), subscrita pelo vereador Raniere Barbosa (Avante), que institui o dia 19 de março como Dia Municipal do Artesão em Natal. “Um projeto que vai garantir notoriedade, visibilidade, reconhecimento, respeito e a garantia de que anualmente esta data servirá para reconhecer a importância, a valorização e a necessidade de serem fomentadas políticas públicas de apoio e incentivo ao artesanato e artesão”, destacou Kleber. 

Ainda foi aprovado pela Casa, em segunda discussão, o Projeto de Lei Nº 228/2018 de autoria do ex-vereador Sérgio Pinheiro, subscrito pela vereadora Nina Souza (PDT) e pelo vereador Preto Aquino (PSD), que estabelece regras sobre a adoção de práticas e métodos sustentáveis nas obras e serviços de construção civil executados pelo município de Natal.

Nenhum comentário