Rio Grande do Norte tem sete convocados para as Paralimpíadas de Tóquio

 


O Rio Grande do Norte teve sete paratletas convocados para as Paralimpíadas de Tóquio neste ano. Os nomes foram confirmados pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, que anunciou a delegação completa para os Jogos nesta terça-feira.

Para Júnior França, atleta da Sadef, essa será a primeira experiência. "Estou feliz demais. Lutei demais por essa vaga nos últimos 4 anos", comemorou.

A lista tem ainda mais duas atletas da Sadef. Veterana nas piscinas, Joana Neves, de 34 anos, vai para sua terceira Paralimpíada. A busca da potiguar é aumentar a coleção de medalha paralímpicas: ela já conquistou 4 nas duas últimas edições (Londres-2012 e Rio-2016).

A ciclista Ana Raquel Lins, de 30 anos, vai para segunda participação dela nos Jogos, a primeira na modalidade - ela disputou o Triathlon em 2016. "É muito bom reviver essa emoção, agora em outro esporte", diz Ana.

Foram convocados também os potiguares Arthur Silva (judô) e Thalita Simplício (atletismo), junto com seu atleta-guia Felipe Veloso. Thalita ganhou prata nos Jogos do Rio, em 2016. Eles pertencem à Adevirn (Associação dos Deficientes Visuais do RN).

Fecham a lista Romário Marques (goalball) e Cecília Araújo (natação). Os dois potiguares treinam na Paraíba e São Paulo, respectivamente.

Além disso, o técnico de halterofilismo Carlos Williams, da Sadef, também foi convocado para representar o Rio Grande do Norte na comissão técnica da seleção da modalidade.

Veja lista completa

Atletas

Júnior França (halterofilismo)

Romário Marques (goalball)

Cecília Araújo (natação)

Joana Neves (natação)

Ana Raquel Lins (ciclismo)

Arthur Silva (judô)

Thalita Simplício (atletismo)

Atleta-guia

Felipe Veloso (atletismo)

Comissão técnica

Carlos Williams (halterofilismo)

G1 RN

Nenhum comentário