Flamengo bate Chapecoense de virada e volta a vencer no Brasileiro

 


Com o novo técnico, Renato Gaúcho, acompanhando das tribunas do Maracanã, o Flamengo derrotou a Chapecoense por 2 a 1, de virada, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. O triunfo, alcançado com gols de Arrascaeta e Michael (Perotti havia aberto o placar para a Chape), faz o Rubro-Negro subir para 15 pontos na tabela, ocupando provisoriamente a nona colocação, mesmo com dois jogos a menos que a maioria dos concorrentes. A equipe catarinense, por sua vez, segue sem vencer e tem apenas quatro pontos somados, na penúltima colocação.

O primeiro tempo no Maracanã foi no máximo morno. O Flamengo, comandado interinamente por Mauricio Souza, técnico da equipe sub-20, criou mas não levou muito perigo. A melhor oportunidade acabou sendo da Chape, mas Fabinho, que aproveitou erro na saída de bola do time carioca, parou no goleiro Diego Alves.

Na segunda etapa, Diego Alves apareceu mais uma vez, mas agora de forma negativa. Em cobrança de falta de Busanello, ele falhou ao tentar encaixar o chute e deu rebote, aproveitado imediatamente por Perotti, que abriu o placar aos 21 minutos.

Pressionado, o Flamengo respondeu e foi ligeiro. Aos 32, após bola não dominada por Pedro na entrada da área, Arrascaeta pegou de primeira, rasteiro, sem dar chances ao goleiro João Paulo.

Quatro minutos depois, veio a virada em uma bela jogada de Michael, que recebeu na esquerda e passou por quatro defensores, incluindo o goleiro, para empurrar para a rede.

O triunfo dá tranquilidade para o novo técnico Renato Gaúcho, que assume a partir de agora, no lugar de Rogério Ceni. O compromisso mais próximo na agenda rubro-negra é a abertura das oitavas de final da Libertadores, diante do Defensa y Justicia, da Argentina, na quarta-feira, fora de casa. Pelo Brasileiro, a equipe entra em campo no domingo, diante do Bahia, em Salvador. Já a Chapecoense vai em busca da primeira vitória na competição também no domingo, quando recebe o Cuiabá, outra equipe que ainda não venceu.


Nenhum comentário