Entidades empresariais, Sebrae e Governo do Estado lançam espaço do empreendedor


O micro e pequeno empreendedor potiguar tem o que comemorar nesta quarta-feira (14). Foi instalado, no Sebrae RN, o escritório Junta +Fácil RN, que reúne os órgãos públicos que irão ajudar na desburocratização do dia a dia das empresas. Em um único espaço, estão reunidos a Junta Comercial, Secretaria Estadual de Tributação, Idema, Corpo de Bombeiros, Agência de Fomento, Suvisa, Idiarn, Igarn, secretarias municipais de Tributação, Vigilância Sanitária e Meio Ambiente, além dos serviços já oferecidos pelo Sebrae e a Certificação Digital da Fecomércio RN. 

 

“Nesse espaço, reunimos todos os órgãos com os quais o empresário precisa ter alguma interlocução para abrir o seu negócio. O objetivo é facilitar, reduzir custos e tempo daqueles que estão empreendendo. Lutamos pela desburocratização e ampliação da agilidade desses processos e temos certeza de que o Junta +Fácil RN vai contribuir efetivamente nesse sentido”, afirmou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. 

 

Foi também efetivado o Fórum Estadual Permanente das Microempresas, Empresas de Pequeno Porte e dos Microempreendedores (FEMPE), que será presidido pelo titular da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado, e tem na composição secretarias estaduais de Tributação, Administração, AGN, Jucern, além das entidades Fecomércio RN, Fiern, Faern, FCDL, Facern e Sebrae RN.  

 

A governadora do RN, Fátima Bezerra, destacou os benefícios das iniciativas. “Podem ficar certos que o nosso governo vai dar prioridade ao micro e pequeno empresário. Hoje, damos um grande passo com a abertura do Escritório e a instalação do Fórum, com a esperança de dias cada vez melhores para o nosso Rio Grande do Norte”, ressaltou.  

 

Vacinação prioritária de trabalhadores do setor terciário 

 

O presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, entregou a governadora Fátima Bezerra um ofício que pleiteia a inclusão dos trabalhadores do setor terciário na lista de grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19. 

Em âmbito nacional, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) está buscando articulação com o Ministério da Saúde a inserção desses trabalhadores para vacinação. 


Segundo o documento, a imunização das pessoas que atuam na oferta de bens e de serviços é urgente, dado que estes profissionais têm contato direto com o público e estão mais expostos ao risco de contágio, mesmo com a adoção de medidas preventivas. 


Nenhum comentário