Projeto Praia Inclusiva recebe parecer favorável da Comissão de Saúde

 


 
Para proporcionar inclusão social e qualidade de vida na capital potiguar, a Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Câmara Municipal de Natal aprovou, durante reunião nesta segunda-feira (26), o Projeto Praia Inclusiva, de autoria do vereador Felipe Alves (PDT). A matéria visa beneficiar pessoas com deficiência física ou mental através de passeios e banhos nas praias urbanas sob os cuidados dos órgãos públicos.

"Trata-se de uma iniciativa que chega para garantir que pessoas com deficiência ou dificuldades de locomoção tenham a oportunidade de se divertirem nas praias natalenses com acessibilidade e segurança. Me posicionei favoravelmente porque concluí que a proposta é importante e vem ao encontro do interesse público", justificou o relator, vereador Herberth Sena (PL).

Mais projetos foram acatados pelo colegiado. Destaque para dois de autoria do vereador Chagas Catarino (PSDB): um que classifica como deficiência visual a visão monocular e outro que institui no Calendário Oficial de Eventos do Município o Dia do Trabalhador da Saúde Municipal, a ser comemorado no dia 9 de abril. Na sequência, passou pela avaliação da comissão uma proposição do vereador Eriko Jácome (MDB) que cria a Campanha Permanente de Orientação e Conscientização sobre crianças com transtornos do espectro autista nos esportes.

Por fim, o grupo temático deu parecer favorável ao texto encaminhado pelo vereador Aldo Clemente (PDT), que reconhece como essencial, no âmbito do município, a atividade econômica exercida por restaurantes e estabelecimentos similares. 

"Estamos apreciando e votando projetos relevantes para a nossa cidade, dando celeridade ao andamento dos trabalhos e debatendo temas que impactam o dia a dia da população. Também ocorreu a leitura do relatório das últimas visitas fiscalizatórias que fizemos aos hospitais públicos estaduais, que foi aprovado e será apresentado às autoridade competentes", concluiu o presidente da Comissão de Saúde, vereador Preto Aquino (PSD).

Nenhum comentário