Bolsonaro admite possível retomada de auxílio emergencial

 


O presidente Jair Bolsonaro admitiu hoje (8) que o governo já discute o pagamento de novas parcelas do auxílio emergencial.

“A economia já está cambaleando, está saindo do sufoco. Aquela política do ‘fique em casa a economia a gente vê depois’, muita gente perdeu emprego. Perdeu o ganha pão dele. Não interessa se tinha carteira ou não tinha”, disse o presidente a apoiadores. “O auxílio emergencial tem um limite. Já se fala em possíveis novas parcelas do auxílio emergencial”, afirmou Bolsonaro.

As últimas parcelas do auxílio emergencial por conta da pandemia da Covid-19 foram pagas em dezembro. Agora, a equipe econômica do governo discute a possibilidade de repassar mais R$ 200 por um período de 3 meses a aproximadamente 30 milhões de pessoas.

Nenhum comentário