Mulher é morta com 17 tiros pelo marido em festa de família

 


Uma mulher foi morta a tiros pelo marido durante um churrasco de família na noite de domingo (24), em Ponta Porã, Mato Grosso do Sul.

Eliane Ferreira Siolim, de 34 anos, foi atingida 17 vezes. O suspeito se matou em seguida. Os motivos do crime ainda são desconhecidos, mas a polícia não descarta a hipótese de ter sido ciúmes.

De acordo com o registro policial, Eliane e o marido, o empresário Alejandro Antônio Aguillera, de 41 anos, foram a sítio na zona rural da cidade para uma confraternização no domingo à noite. Em determinado momento, ambos começou a discutir em uma varanda nos fundos da casa.

Mais tarde, Alejandro sacou um revólver e disparou 17 vezes em direção a Eliane e se matou com um tiro na cabeça. Ainda segundo a polícia, o braço dela  estava quebrado.

Três testemunhas presentes no momento do crime afirmaram que o casal estava junto há 12 anos e não costumava brigar, ainda que ambos fossem muito ciumentos. A polícia não descarta que este seja um dos motivos do crime.

O casal tem uma filha de 6 anos, que também estava na festa. Ainda não se sabe se ela estava com os pais no momento do crime. O depoimento da menina ainda não foi tomado porque, por ela ser menor de idade, o procedimento precisa ter acompanhamento de de uma psicóloga especializada, além de outras medidas de proteção.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Atendimento à Mulher de Ponta Porã.

Fonte: Universa/UOL

Nenhum comentário