União Europeia aprova uso da vacina Pfizer/BioNTech

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou nesta segunda-feira a aprovação da vacina da Pfizer/BioNTech contra o coronavírus e afirmou que “não há provas” de que o fármaco não será eficaz contra a nova cepa de coronavírus detectada no Reino Unido.

“Eu tenho o prazer de anunciar que o comitê científico da EMA se reuniu hoje e recomendou uma autorização de comercialização condicional na União Europeia (UE) da vacina desenvolvida pela Pfizer e BioNTech”, afirmou a diretora geral da EMA, Emer Cooke, em uma entrevista coletiva online.

A decisão da EMA abre o caminho para as campanhas de vacinação na UE nos próximos dias.

O órgão regulador, que tem sede em Amsterdã, decidiu antecipar a decisão sobre a vacina, prevista a princípio para 29 de dezembro, após a pressão de alguns países, em particular a Alemanha.

“É um passo importante na luta contra esta pandemia, que está provocando tanto sofrimento e dificuldades”, disse Cooke.

“Trata-se realmente de uma conquista científica histórica, em menos de um ano uma vacina foi desenvolvida e autorizada contra esta doença”, destacou.

Cooke afirmou ainda que até o momento não foram registrados indícios de que a vacina Pfizer/BioNTech seja ineficaz contra a nova cepa de coronavírus detectada no Reino Unido e que, segundo o governo britânico, poderia ser até 70% mais contagiosa.

ISTO É

Nenhum comentário