Secretário de saúde divulga vídeo e pede que evitem aglomerações e aguardem a vacina

 


Em vídeo divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública, o gestor da pasta, Cipriano Maia, pede à população que mantenham os cuidados e evitem aglomerações neste período de final de ano.

Ao fazer um balanço deste 2020, Cipriano lembra as perdas em decorrência da pandemia e faz uma homenagem aos profissionais da saúde. "Foi um ano de privações e provações para todos nós. Enfrentamos a maior crise sanitária do século que afetou a vida de todos nós. E, neste momento, é importante reverenciarmos todos aqueles que perdemos ao longo dessa jornada, principalmente, os trabalhadores da saúde que pereceram lutando em defesa da vida. "

A homenagem se estende aos hospitais que ainda se mantém nenhum combate à doença trabalhando nos hospitais. "E nisso, queremos homenagear todos os trabalhadores da saúde que derão o melhor de si para cuidar do outro, para defender a vida". Ele lembrou desde o médico ao que cuida da alimentação. 

Os agradecimentos também foram direcionados aos demais setores da sociedade civil que contribuíram no enfrentamento da pandemia. Ele citou os poderes "Judiciário, Legislativo, o Ministério Público, como entidades da sociedade civil, empresas, associações, sindicatos, igrejas, associações que também deram a sua contribuição decisiva no enfrentamento da pandemia".

No final do vídeo, ele apela pela manutenção dos cuidados e alerta sobre a situação de registros dos casos. "Neste momento de festividades, nós queremos alertar que vivemos um momento de crescimento do número de casos, internações e óbitos. E exige de todas as famílias o maior cuidado e atenção nos encontros familiares para evitarmos termos lembranças tristes destes momentos".

A esperança é que no próximo ano com a vacina, a população pode voltar à normalidade. "Para que em 2021, já com a vacina, podemos voltar a nos encontrar, confraternizar, a manifestar nossos sentimentos de alegria e confraternização".

Neste sábado, o estado registrou duas mortes pela covid-19 e número de perdas está em 2.923 e tem um quantitativo de 114.204 casos.

 

Nenhum comentário