Jania Souza lança livro de poemas regionais e com forte carga emocional

 


Autora, premiada internacionalmente, fará lançamento de “Flores, laranja, pimenta – raízes em andanças” de forma remota nesta segunda-feira (21)

 

O que é a poesia? Se é a expressão do sentimento. Se é reflexo das emoções. Se é um retrato floreado da vida. Se são reminiscências de todo um passado em poucas frases. Se for tudo isso, é também sinônimo do novo livro da poeta Jania Souza.

 

O título, como todos, delimita a abrangência temática, mas também provoca a imaginação a alçar alguns voos: “Flores, laranja, pimenta – raízes em andanças”, como se elementos tão terrenos e palpáveis pudessem expressar tanta subjetividade.

 

O livro será lançado de forma virtual na próxima segunda-feira (21), às 19h, no instagram da Editora B3S. Mas na esperança de melhoras no cenário pandêmico, já está agendado também lançamento físico para a próxima Feira do Livro de Natal, no estande da B3S.

 

“Os poemas que compõem a obra não estão subordinados às formas exigidas por rígidas normas. São leves e soltos quanto a esse quesito. Porém são fortes no que tange a emoção e o sentimento, cerne da mensagem parida na inspiração”, conta a autora.

 

Segundo Jania, alguns poemas nasceram com espontaneidade, outros foram despertos por temas e desafios propostos por ela ou por algum editor, mas “sem o compromisso de surgirem por cabresto”,brinca.

 

Mas houve algumas cobranças internas da própria poeta. “Sempre desejei poetar sobre o pico do Cabugi, as serras onde nasce o Potengi, o vale do rio Açu e do rio Mossoró, essa geografia e hidrografia que acompanha meus passos desde a infância”.

 

São provocações geográficas que datam alguns anos, e após escrita, a obra deveria ser lançada em 2019. Mas veio a pandemia e durante o período reclusa, o livro foi enriquecido por novos poemas que deram substância em termos regionais.

 

Jania Souza

 

A escritora-poeta natalense Jania Souza é também artista plástica e articuladora cultural. Escreve literatura infantil, juvenil e adulta com 18 livros solos.

 

É sócia em entidades literárias nacionais e internacionais: SPVA/RN, AJEB/RN, APPERJ, Poetas del Mundo, Poemas à Flor da Pele, Movimento Elos Escritores, ALAMP, Literarte, Académie Luminiscence França Brasil dentre outras.

 

Atualmente ocupa o cargo de 1º. Vice-presidente na União Brasileira de Escritores (UBE/RN).

É laureada com reconhecimento literário no Brasil e exterior entre os quais, destaca o Prêmio World Art Friends 2010 para seu livro “Entre Quatro Paredes” concedido pela Corpos Editora, Porto/Portugal.

 

Seu livro “Em horas vagas” recebeu o Troféu e Prêmio Literatura Melhor Livro de Contos 2018 pela ZL Books, e ainda o Prêmio IV Talentos Helvéticos-Brasileiros 2019.

 

Jania também foi agraciada com o prêmio Melhor Livro Educacional 2019 para seu livro “O Jovem Lenhador e o Violão” pela ZL Books.

 

Em 2020 foi classificada em terceiro lugar no Prêmio Literário Nísia Floresta da Fundação José Augusto/RN com a obra “Pioneiras”.

 

Teve participação em feiras de livros e bienais pelo mundo, inclusive esteve representada por suas obras nos Salões Internacionais de livros organizados pela ZL Books Editora.

 

Blog de Jania Souza


FOTO: Crédito: Luana Tayze



Nenhum comentário