RN registra 625 vidas poupadas nos primeiros 670 dias da atual gestão


 
Dados fornecidos pela Sesed fazem comparativo com o mesmo período da gestão anterior
 
Dados estatísticos apurados pela Coordenadoria de Informações Estatísticas e Análise Criminal (Coine), da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), apontam índices positivos de redução da criminalidade nos primeiros 670 dias de gestão da Governadora Fátima Bezerra, no comparativo com o mesmo período na gestão anterior.
 
Com base nos números apresentados, o trabalho efetivo do Governo do Estado neste período resultou em 625 vidas poupadas no comparativo com os primeiros 670 dias da gestão anterior, nos anos de 2015 e 2016, quando ocorreram 3.327 crimes violentos letais intencionais (CVLIs). A queda nos números resulta em uma diminuição de 20,7% das ocorrências desse tipo.
 
Além dos números de CVLIs, os crimes de homicídio doloso também apresentaram uma redução significativa. As estatísticas indicam que na somatória dos anos de 2015 e 2016 foram contabilizados 2.794 casos, 25,40% a mais do que no mesmo período em 2019 e 2020, quando a Coine registrou 2.086 ocorrências. Outro tipo criminal que apresentou diminuição foi o de feminicídio, caindo de 68 registros na somatória do período que engloba 2015 e 2016, para 32 no mesmo espaço de tempo da gestão atual, uma queda de 52,90%.
 
Em Natal, capital do Rio Grande do Norte, o índice reduzido que mais se destaca também ocorreu diante dos homicídios dolosos. Somadas as estatísticas do período mencionado, a Sesed aponta 529 casos, contra 991 da somatória dos 670 dias iniciais da gestão estadual anterior. Essa importante diminuição nos números resultou em menos 46,80% dos crimes, com 462 vidas poupadas.

Nenhum comentário