Vacina Coronavac é segura e induz resposta imune, aponta estudo publicado na Lancet

 


Coronavac, vacina experimental contra Covid-19 da chinesa Sinovac, induziu uma rápida reposta imune, mas o nível de anticorpos produzidos foi menor do que o visto em pessoas que se recuperaram da doença, mostraram dados preliminares dos testes clínicos com a vacina na quarta-feira (horário local da China).

Embora os testes em estágios inicial e intermediário não tenham sido desenvolvidos para determinar a eficácia da Coronavac, os pesquisadores disseram que ela pode fornecer proteção suficiente, com base na experiência com outras vacinas e em dados de estudos pré-clínicos em macacos.

O estudo vem após notícias animadoras neste mês das farmacêuticas norte-americanas Pfizer e Moderna, que mostraram que suas vacinas experimentais são mais de 90% efetivas com base em dados preliminares de estudos amplos em estágio avançado.

A Coronavac está sendo testada em estudo em estágio avançado de Fase 3 no Brasil pelo Instituto Butantan. Outras quatro candidatas a vacina desenvolvidas pela China também estão em testes de estágio avançado para determinar sua eficácia.

As descobertas da Sinovac, publicadas em artigo revisado por outros cientistas na revista médica The Lancet Infectious Diseases, são dos testes clínicos em Fases 1 e 2 realizados na China, com mais de 700 participantes.

Fonte: CNN Brasil

Nenhum comentário