Candidaturas “laranjas” vai modificar composição na Câmara Municipal de Natal (RN)

 


Mudança radical na composição da Câmara Municipal de Natal (RN), em decorrência da possível nulidade dos votos dos partidos Republicano Liberal, que elegeu os vereadores Herbert Sena, Ana Cláudia e Bispo Francisco no pleito de 15 de novembro, em razão de candidatas “laranjas” que apareceram sem votos no mapa de totalização do TSE.

Partido Liberal registrou a candidatura de Patrícia da Fé e o Republicanos de Michele Barros, que não foram sufragadas nas urnas pelo eleitorado natalense, ocasionando fraude para o preenchimento de quota de gênero, disposta no art. 10, § 3º, da Lei nº 9.504/1997, e demais jurisprudências do Tribunal Superior Eleitoral.

Ministério Público deverá protocolar junto a Justiça Eleitoral pedido de cassação do registro de todos os candidatos ao cargo de vereador, patrocinados pelo Partido Liberal e o Republicanos, com declaração de nulidade de votos e determinação de recontagem total.

O novo quociente eleitoral que será aferido pela Justiça Eleitoral, causará um verdadeiro tsunanime na composição do quadro partidário na Câmara Municipal de Natal, abrindo expectativa para o preenchimento dessas vagas dos candidatos: Daniel Valença (PT), Luiz Almir (PSDB), Dickson Nasser e Dinarte Torres (PDT), além de Maurício Gurgel (PV).

Nenhum comentário