“O que o Barroso quer é a volta da roubalheira, a volta da fraude eleitoral”, afirma Jair Bolsonaro


Foto: AGEU DA ROCHA / ESTADÃO CONTEÚDO / 10.07.2021

Em breve discurso realizado em Porto Alegre (RS), o presidente da República, Jair Bolsonaro, fez duras críticas ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luís Roberto Barroso, ao defender o voto impresso nas próximas eleições.

“O que o Barroso quer é a volta da roubalheira, a volta da fraude eleitoral”, disse Bolsonaro. Pouco antes, o presidente usou palavras duras sobre o ministro do STF, acusando-o de defender a pedofilia e o aborto.

Ao longo da semana, o titular do Executivo atacou Barroso, ameaçou o pleito do ano que vem e defendeu o voto impresso. As manifestações geraram reações dos Poderes. Os chefes do Legislativo e membros do Judiciário rechaçaram as críticas de Bolsonaro e se manifestaram em favor da democracia.

Numa breve pausa há pouco, na motociata, Bolsonaro gravou vídeo para sua página no Facebook, e fez acenos a apoiadores. “O que simboliza isso aqui é a nossa liberdade, o nosso compromisso com a democracia. Não abriremos mão da nossa democracia e da nossa liberdade, do nosso direito que está na Constituição, quem pensa o contrário está no caminho errado”, declarou o presidente.

R7

Nenhum comentário