Projeto Música Instrumental nas Escolas estreia sua segunda edição, em formato virtual



A primeira edição do Projeto Música Instrumental nas Escolas, realizada em 2019, alcançou dez escolas públicas de Natal/RN. Para sua segunda edição, por conta da pandemia, o projeto teve que se adaptar ao formato virtual, e preparou cinco aulas-espetáculos dos músicos instrumentais: DUO Taufic, Isadora Rezende, Mangaba Trio, Tiquinha Rodrigues e Camarones Orquestra Guitarrística. 

A proposta é oferecer um conteúdo relevante para adentrar as salas de aulas proporcionando uma experiência de apreciação para os alunos e alunas e ampliando o referencial estético e cultural dos discentes e docentes, principalmente do recorte que a proposta apresenta da música instrumental potiguar. O projeto também apresenta às crianças e jovens outras formas de viver e trabalhar através da profissionalização pela música, e incentiva a busca pela música instrumental. 

O acesso ao conteúdo produzido, está disponível gratuitamente, no site da BOBOX Produções: www.bobox.com.br. Para finalizar o recebimento do conteúdo é só preencher um cadastro simples, informando os dados básicos do educador ou educadora, para que o projeto tenha um controle dos profissionais da educação que estão acessando o conteúdo, e para que possa construir uma rede de interessados no projeto, para receber a aula-espetáculo, no formato presencial, em sua terceira edição, prevista para acontecer em 2022. 

A BOBOX Produções, atuante há 12 anos no mercado profissional, é a produtora idealizadora e responsável pelo projeto Música Instrumental, através dos produtores Arlindo Bezerra e Renata Kaiser. Sobre esta edição o coordenador do projeto Arlindo Bezerra, compartilha: "Nosso maior desafio para esta edição, foi produzir um conteúdo dinâmico e ao mesmo didático, despertando o interesse da comunidade escolar pela música instrumental, acreditamos na educação enquanto experiência sensorial, o formato virtual nos limita um pouco, mas acreditamos que o projeto continuará chegando no nosso público escolar".  O conteúdo do projeto ficará disponível até dezembro de 2021, e pode ser acessado por todos os profissionais da educação que tenham interesse no assunto. 

O projeto Música Instrumental nas Escolas tem o patrocínio da Prefeitura do Natal, e Colégio CEI Romualdo Galvão, através do Programa Djalma Maranhão. 

SOBRE OS ARTISTAS DA 2ª EDIÇÃO

MANGABA TRIO

Criado em 2018, o Mangaba Trio é um grupo com uma formação pouco comum – bateria/percussão, violão/Viola e trompa – e tem como objetivo interpretar e fomentar em seu repertório transcrições de obras originais desde a música popular até o repertório de músicas de concerto do Século XXI. Os integrantes do grupo Cléber Campos, Ezequias Lira e Radegundis Tavares são todos professores da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – EMUFRN e fundadores do Grupo de Pesquisa em performance, em ensino e em práticas musicais mediadas por recursos tecnológicos – ENSINAMUS. A ideia do grupo surgiu a partir da própria prática dos integrantes, que informalmente tocavam juntos em momentos de lazer, assim como a necessidade de articular com a prática reflexões que ambos desenvolvem no universo da pesquisa acadêmica, a partir do grupo de pesquisa e da atuação dos três docentes no programa de pós-graduação da EMUFRN. O grupo iniciou suas atividades no mês de maio de 2018 e realizou turnê pelos EUA em julho desse mesmo ano.

Cléber Campos - Bateria e Pandeiro

Ezequias Lira - Violão e Viola

Radegundis Tavares - Trompa

CAMARONES ORQUESTRA GUITARRÍSTICA

Banda de rock instrumental criada no final de 2007. Tem seis discos lançados e conta com uma extensa videografia com clipes, shows ao vivo e documentários de turnês. Com mais de 12 anos de carreira a banda contabiliza inúmeras turnês pelo Brasil, já tendo também tocado em diversos países como Estados Unidos, Alemanha, Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Suíça, Argentina, Uruguai e Chile. Participou de muitos dos principais festivais do Brasil e do mundo, entre eles Primavera Sound (Barcelona), Liverpool Sound City (Liverpool), Rock in Rio (Rio de Janeiro), Bananada (Goiânia/GO) e Se Rasgun (Belém/PA). Em setembro de 2018, se apresentou no projeto Sansung Best of Blues ao lado de Tom Morello (Rage Against the Machine) e John5 em shows no Auditório Ibirapuera (São Paulo) e Anfiteatro Pôr do Sol (Porto Alegre) com público de 40mil pessoas.

Em junho de 2019, a banda lançou o seu 7º álbum “Surfers” com 8 músicas que passeiam entre várias vertentes do rock e ritmos dançantes como cumbia, rock steady e sufmusic. Para 2021, a banda prepara um novo disco em parceria com Manoel Cordeiro, um dos reis da guitarrada do Pará e um dos mais importantes músicos e produtores musicais da região. O disco tem previsão de lançamento em novembro.

Ana Morena - Baixo

Anderson Foca - Guitarra

Yves Fernandes - Bateria

Alexandre Capilé - Guitarra

TIQUINHA RODRIGUES

Tiquinha Rodrigues é violinista da OSRN (Orquestra Sinfônica do RN) e integrante fundadora da banda Rosa de Pedra, onde atua como compositora e rabequeira. A Rosa de Pedra atua na cena independente desde 2002, com dois CD’s lançados: Rosa de Pedra (2007) e De Maré (2012). Participou do programa Som Brasil produzido pela Rede Globo. Realizou o projeto Terreiro em Transe, que promoveu o intercâmbio com as bandas “Quarteto Olinda”, “Cabruêra” e “Academia da Berlinda”. E realizou a gravação do DVD do show “Cocozurbano” na Cidade da Criança. Seu mais recente projeto é o disco TICA, o primeiro disco de sua carreira solo.

Tiquinha Rodrigues - Voz e Rabeca

Kleber Moreira - Percussão e beat

Toni Gregório - Violão 7 cordas, Guitarra e Baixo

ISADORA REZENDE

Iniciou na música através do Curso de Iniciação Artística na UFRN e aos seis anos passou a estudar piano. Fez seu primeiro recital solo aos sete anos. Em 2015 foi convidada pelo Prof. Miguel Proença a apresentar-se no Espaço BNDES no Rio de Janeiro, no concerto Jovens Talentos. Em 2016 alcançou a primeira colocação em sua categoria no concurso Steinway-Caio Pagano, realizado pela USP – Ribeirão Preto. Em 2019, foi solista do concerto “Com amor, Mozart”, executando o exigente concerto em ré menor de Mozart, e foi solista convidada no segundo concerto da temporada oficial da Filarmônica UFRN, executando o mesmo concerto. Protagonizou no Documentário “Quando as nuvens eram nossas – retratos da vida e obra de Oriano de Almeida” de Carito Cavalcanti e realizou o Recital “Isadora e Oriano”, ainda em 2019. Em 2020, obteve a segunda colocação no concurso Promúsica, recebeu o prêmio Revelação no concurso Sinos-FIMUCA, e foi indicada ao décimo-oitavo Prêmio Hangar, também na categoria Revelação Musical. É aluna da classe de piano do prof. Guilherme Rodrigues, na UFRN

Isadora Rezende - Piano

DUO TAUFIC

O Duo Taufic é o resultado da união de dois experientes instrumentistas, Roberto e Eduardo Taufic, celebrando uma parceria mais que familiar. A versatilidade e a sonoridade peculiar do Duo deixa transparecer a bagagem musical adquirida ao longo dos anos e o imenso conteúdo criativo proporcionado pelo diálogo entre o violão e o piano. Descendentes de árabe, os dois irmãos Taufic despertaram o amor pela música desde criança, sempre incentivados pelos Pais e familiares. O primeiro trabalho autoral do Duo foi registrado no CD "Bate Rebate", também lançado em edição especial no Japão. Suas carreiras, que percorreram caminhos geográficos tão distantes, promoveram a absorção de uma sonoridade tão diversa quanto rica, mostrando uma perfeita sintonia num agradável bate-papo musical entre os dois músicos. O "Bate Rebate" do dueto é um trabalho carregado de espontaneidade e improvisações, de brasilidade e lirismo, de ritmos e cores, de melodias límpidas que se amplificam na alma de quem as escuta. Os dois irmãos mostram toda sua excelência musical na bela e sofisticada sonoridade onde o fio condutor do trabalho é o respeito e o carinho pela música universal, sem limites, sem rótulos e sem deixar escapar a forte influência cultural do nordeste brasileiro. O segundo álbum da dupla, chamado "Todas As Cores" é um trabalho mergulhado na emoção e no virtuosismo, na sensibilidade e no compromisso para com a boa música que, como o título já sugere, expressa as diversas possibilidades de combinações de ritmos, sons e influências. Ainda mais envolvente, o novo cd traz um encarte com comentários, faixa a faixa, do gigante da música brasileira Egberto Gismonti. Além de composições próprias, "Todas As Cores" mostra releituras de clássicos da MPB. O terceiro álbum intitulado “D’Anima”, foi gravado em 2017 na Itália e representa toda a essência musical dos irmãos Taufic, trazendo ainda mais fortemente toda emoção do som e das melodias peculiares ao duo, com novas músicas autorais e releituras vibrantes. “D’Anima” também celebra os dez anos do Duo Taufic, que foi formado em meados de 2008, onde os dois irmãos se encontraram pela primeira vez no mesmo palco para tocarem a sós, marcando assim o início dessa parceria musical.

Eduardo Taufic - Piano e Teclado

Roberto Taufic - Violão

 

FICHA TÉCNICA DO PROJETO

Coordenação de Produção - Arlindo Bezerra e Renata Kaiser

Direção de Fotografia e Edição (Tiquinha Rodrigues, Isadora Rezende e Camarones Orquestra Guitarrística) - Tiago Lima

Fotos - Luana Tayze

Direção de Palco e Captação de Som - Rafael Telles

Iluminação e Produção Técnica - Rogério Ferraz

Roadie - Juca Santos

Câmera - Leila Bezerra

Designer gráfico - Paula Vanina

Assessoria de Comunicação - Sollar Comunicação

Edição (Duo Taufic e Mangaba Trio) - Júlio Barros

Social Media - Arlindo Bezerra

Assistência de Produção - Talita Yohana

 

SERVIÇO: 

Música Instrumental Nas Escolas – 2ª edição

Exibição: www.bobox.com.br (clicar na aba projetos e acessar a página do projeto Música Instrumental nas Escolas)

 

Nenhum comentário