Conheça os alimentos que são os são aliados e inimigos do sono


Irritabilidade, cansaço constante, dificuldade de concentração e de memorização. Estes são alguns sintomas decorrentes da insônia. O transtorno do sono prejudica a capacidade das pessoas adormecerem ou terem um sono de qualidade e que interfere diretamente no bem estar e na rotina de quem sofre desse mal. Há quem apresente esse quadro somente em momentos específicos da vida, devido a diversas fontes de estresse, mas há aqueles em que a insônia se torna crônica, prejudicando o sono e a qualidade de vida por meses ou até anos, mesmo depois que o estresse inicial tenha passado.

Segundo a nutróloga Nívea Bordin Chacur, da Clínica Leger, para se ter uma boa qualidade de sono e um corpo saudável é preciso ter uma liberação de hormônios adequada. "Uma pessoa com alimentação tóxica, rica em açúcar, refinados, embutidos ou álcool, não possui um metabolismo equilibrado. Como consequência, não conseguirá ter um sono tranquilo, ou seja, uma má alimentação leva a uma alteração no metabolismo. Para que os hormônios sejam liberados de forma correta no organismo é preciso ter uma alimentação saudável", ressalta a médica.

Falando em hormônios adequados ao sono, Nívea reforça a importância da melatonina, considerada um excelente oxidante. "Os alimentos que contém melatonina são o ovo, peixe, leite, frutas como cereja, morango e kiwi, que quando consumidos com moderação, em pequenas porções, podem ajudar a manter uma rotina de sono equilibrada. Cereja, com aveia e um fiozinho de mel pode ser uma ótima receita para a noite", diz.

Para a especialista, a ingestão noturna de alimentos com gordura hidrogenada, presentes na margarina, no macarrão instantâneo ou ainda os famosos "snacks" como sorvete, pipoca e biscoito, possuem uma digestão difícil, causando um desconforto abdominal, prejudicando assim a iniciação do sono e, consequentemente, a insônia. "A cafeína também é um grande vilão, pois pode acelerar a frequência cardíaca, aumentar o fluxo urinário, causando a inquietação noturna de precisar levantar para urinar ao longo da noite", lembra a médica.

Segundo a nutróloga, o segredo para uma dieta equilibrada já começa no momento que despertamos pela manhã. "Precisamos ter um café da manhã bem rico em nutrientes, cereal, proteínas e carboidratos, pois quando não nos alimentamos ao longo do dia de forma correta e balanceada, a noite acontecerá o desequilíbrio, a fome exagerada, que pode aparecer para compensar um almoço não realizado, por exemplo".

O resultado do acúmulo de refeições realizadas de forma incorreta ao longo do dia pode fazer com que a pessoa durma por tempos curtos noturnos e desperte ao longo da madrugada sem um sono profundo e reparador. "Quem não dorme bem tem dificuldade para sair da cama, se sente cansado ao longo do dia, com olheiras, dores musculares, gera aumento de peso, ansiedade e irritabilidade. Dormir bem ajuda o metabolismo a funcionar bem", garante a médica Nívea Bordin Chacur.

Mais informações: https://www.clinicaleger.com.br

Nenhum comentário