CPI da Covid aprova primeiro requerimento para investigar governadores

 


Para admitir a convocação do ex-secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, para a CPI da Covid, os senadores governistas exigiram contrapartida. Foi uma "armadilha", e os senadores de oposição ao presidente Jair Bolsonaro e a tropa de choque de governadores caíram.

O senador Marcos Rogério, líder do DEM, aprovou requerimento para investigar empresas que venderam insumos hospitalares para o Rio de Janeiro e que comprovadamente participaram de irregularidades.

O relator, senador Renan Calheiros, e o presidente da CPI, senador Omar Aziz, avaliaram e aceitaram. Só que estas empresas também venderam para o Alagoas, governada por Renan Filho, e para o Pará, do governador Helder Barbalho. A estratégia é chegar a este governadores pelas empresas, pelo menos esta linha de investigação está garantida. 

Fonte: Jovem Pan

Nenhum comentário