O grude de Extremoz é patrimônio cultural imaterial do RN

 


Um PL (Projeto de Lei) apresentado pelo deputado estadual Hermano Morais que reconhece o grude de Extremoz como patrimônio cultural imaterial do Rio Grande do Norte foi aprovado nesta terça-feira (27/4).

O projeto foi votado pela ALRN (Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte) durante a sessão ordinária desta terça-feira, que está sendo realizada remotamente em virtude da pandemia do covid-19.

De acordo com o deputado, valorizar a gastronomia potiguar é um meio para preservar a nossa identidade e resguardar a sua existência, além de estimular economia local.


EXTREMOZ – A TERRA DO GRUDE

Não é atoa que o município ficou conhecido como “terra do grude” afinal esse alimento, conhecido como comida dos índios, integra a culinária do município desde os primórdios.

No município vários símbolos retratam essa cultura gastronômica, como a estátua do Menino do Grude localizada no Centro e a Casa do Grude, localizada próximo as ruínas.

Com informações da Assembleia Legislativa do RN, Prefeitura de Extremoz e Portal Extremoz

Nenhum comentário