Pessoas com Síndrome de Down e Autismo são vacinadas em ação de parceria com a Prefeitura

 


Uma parceria da Prefeitura de Natal com a Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Norte, juntamente com a Caixa de Assistência dos Advogados do RN, proporcionou a abertura de mais um drive thru para a vacinação contra a Covid-19 em Natal. Durante toda esta terça-feira (30) na OAB pessoas com Transtorno do Espectro Autista e Síndrome de Down a partir de 18 anos puderam ser vacinados. 

A vacinação neste local, entre 8h e 16h, com sala também para pedestres, além do drive, tem a estrutura da CAARN que já desenvolve parcerias deste tipo em outras campanhas de vacinação. “A CAARN tem experiência em fazer campanhas de vacinação e toda uma estrutura para ser aproveitada. Estamos com os corações cheios de esperança e felizes em poder contribuir”, afirmou a presidente da Caixa de Assistência, Monalissa Dantas. 

Os familiares das pessoas vacinadas também não conseguem esconder a emoção por estarem vivendo esse momento de esperança em meio ao quadro crítico da doença no País. 

Desconhecido
O alívio dos familiares e de vários portadores de Down se justifica ainda mais por não saberem qual a intensidade da Covid para eles, devido a fatores de risco como cardiopatias, por exemplo. Aos 34 anos, João das Neves Barbosa Júnior era o único da casa que ainda não tinha sido vacinado. Disse que estava feliz por ter chegado sua hora. “Ele é nosso bem mais precioso. Então a vacina traz esperança de protegê-lo porque não sabemos as consequências da doença para ele”, afirmou, emocionada, sua irmã Lorena Barbosa, técnica de enfermagem, já vacinada. 

As maiores dificuldades para essas pessoas e os que convivem com elas é a mudança de rotina repentinamente e por tanto tempo. “Já faz um ano que está fora da escola, que não tem lazer, mudou tudo”, conta Lorena, mencionando que todos os cuidados possíveis foram tomados para preservar a saúde de João. 

Como João, Rafael Lucas Cavalcanti, 19, está sem ir à escola há um ano. Exatamente há um ano nesta terça-feira, sua escola encerrou as aulas presenciais. “Quando eu acordei ele hoje de manhã e disse que ele ia tomar a vacina, ele deu um sorriso de muita alegria”, conta Maria Lázara de Souza, mãe de Rafael, portador do Transtorno do Espectro Autista. Para ela, o momento significa tranquilidade e paz. “Eu choro, mas é de alegria, porque sei que, se ele pegar a doença, não vai desenvolver a forma grave”, afirma.

Kalina Santos, 32, trabalha no serviço público e disse estar feliz por poder tomar a vacina. Quando perguntada se a esperança tinha aumentado, foi direta: “É difícil”, demonstrando conhecimento sobre a situação da Covid no país atualmente. 

Serviço
Local - Sede a OAB/RN, Rua Barão de Serra Branca, Candelária
Horário - 8h às 16h
Estrutura de Drive Thru e sala para pedestres

Nenhum comentário