OMS descarta uso de ivermectina em tratamento de pacientes com covid-19

 


A OMS (Organização Mundial da Saúde) recomendou hoje que “não se utilize a ivermectina” para os pacientes de covid-19, salvo nos ensaios clínicos – afirma a instituição em um comunicado.

A ivermectina é um medicamento antiparasitário de uso comum que tem sido bastante promovido nas redes sociais, mas que, segundo o grupo de especialistas da OMS, os dados dos estudos clínicos para medir sua eficácia contra a covid-19 não deram resultados conclusivos.

A recomendação agora faz parte das diretrizes da OMS sobre tratamentos covid-19. Segundo a organização, o medicamento deve ser usado apenas em ensaios clínicos.

A decisão foi tomada após avaliação de um grupo de especialistas, formado para responder a sobre o uso do medicamento como um tratamento potencial para covid-19. O grupo revisou os dados agrupados de 16 ensaios clínicos randomizados, incluindo pacientes internados e ambulatoriais.

A conclusão foi de que é “muito baixa” a evidência sobre se a ivermectina reduz a mortalidade, necessidade de ventilação mecânica e admissão hospitalar e tempo para melhora clínica em pacientes com a doença provocada pelo novo coronavírus.

O grupo não analisou o uso de ivermectina para prevenir a covid-19, o que está fora de avaliação nas diretrizes atuais.

UOL Notícias

Nenhum comentário