Secretaria de Cultura de Macaíba apoia publicação de manuscritos originais e inéditos de Auta De Souza

 


A Prefeitura de Macaíba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, participa e apoia a digitalização dos manuscritos originais do livro Horto e Dhálias, da poeta macaibense Auta de Souza. O trabalho será publicado em livro pelo Senado Federal ainda em 2021. No próximo dia 7 de fevereiro, completam-se 120 anos do falecimento da autora símbolo de Macaíba.
O manuscrito Dhálias contém poemas e cartas inéditas de Auta de Souza e é inédita a sua divulgação. Quando lançou o livro Horto, a escritora aproveitou alguns poemas do Dhálias, que agora estará à disposição do público. A iniciativa é fruto da união formada pelo Senado, Biblioteca Nacional, UFRN, UNI-RN, Escola Doméstica de Natal e Academia Macaibense de Letras.
O secretário adjunto de Cultura e Turismo de Macaíba, Anderson Tavares de Lyra, acompanhou a entrega dos manuscritos ao laboratório de digitalização da UFRN, na última quarta-feira (03), ao lado do jurista Carlos Castim e da representante do laboratório, professora Íris Álvares.
"É uma memória perene da nossa literatura e representa muito a nossa cidade. Mulher, negra, poeta, macaibense. É um orgulho participar de tão importante processo", declarou Anderson sobre o fato histórico. O livro faz parte da coleção Escritoras do Brasil e será distribuído para todo o país.

Nenhum comentário