Robinson Faria destaca 1.500 obras em sua gestão, discorda da decisão judicial e vai recorrer ao TSE: “O povo e o tempo saberão julgar”

 

APÓS PERDER OS DIREITOS POLÍTICOS POR OITO ANOS, O EX-GOVERNADOR VAI RECORRER AO TSE. FOTO: REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Após julgamento do Tribunal Regional Eleitoral do RN, nessa terça-feira, o ex-governador Robinson Faria (PSD) se pronunciou em suas redes sociais, onde afirmou discordar da decisão judicial e recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para tentar reverter a cassação dos direitos políticos que o deixa inelegível nos próximos oito anos.

Robinson também destacou um legado de 1.500 obras realizadas em sua gestão administrativa e disse confiar na Justiça, principalmente no julgamento popular. “As obras da nossa gestão foram feitas e entregues para o povo, além de divulgadas nos prazos da lei, entre elas os restaurantes populares, que beneficiam milhares de norte-riograndenses. Mas o TRE/RN decidiu, no dia de hoje, mudar um entendimento jurídico anterior, por maioria apertada de 4 votos a 3 e decidiu pela nossa inelegibilidade”.

“Discordamos respeitosamente da decisão e iremos, junto com o gratidão do povo do nosso estado, recorrer ao TSE, para defender nosso legado de mais de 1500 obras a favor do Rio Grande do Norte. Confiamos na Justiça e, principalmente, no julgamento do povo do nosso estado”.

Nenhum comentário