Pela primeira vez em 57 anos, bloco 'Os Cão da Redinha' não desfila no carnaval de Natal

 


A pandemia do novo coronavírus impediu a realização das festas de carnaval por todo o Brasil. Pela primeira vez em 57 anos de história, o bloco "Os Cão da Redinha", um dos mais tradicionais de Natal, não irá sair às ruas.

A diretoria do bloco emitiu comunicado nesta segunda-feira (15) e informou que, em cumprimento ao decreto do governo do estado, "este ano não faremos nossa concentração dos brincantes na terça-feira de carnaval, como costume há 57 anos, concentrando-se pela manhã, a partir das 7h, à espera da primeira maré baixa no largo do mangue, embaixo da ponte Newton Navarro, nem faremos o famoso desfile pelas principais ruas da Redinha em direção à praia".

Tradicionalmente, os foliões se cobrem de lama no manguezal e tomam as ruas da praia da Redinha, com música e muita irreverência, sempre na terça-feira de carnaval. Este ano não será possível.

Na nota, a diretoria do bloco ainda destaca que "não se responsabilizará por nenhuma manifestação de brincantes denominados 'Cão' este ano".

G1 RN

Nenhum comentário