Fiscalização para coibir aglomerações no Carnaval em Natal começa nesta sexta (12)

 fiscais Fiscalização para coibir aglomerações no Carnaval em Natal começa nesta sexta (12)

A Prefeitura do Natal (RN) intensificará as fiscalizações no período do Carnaval a partir desta sexta-feira (12) até a quarta-feira de cinzas (17), em toda Natal. Mesmo não havendo eventos públicos neste ano devido à pandemia, o intuito é coibir as aglomerações e eventos irregulares na cidade e assim evitar a disseminação do Coronavírus. A operação será realizada de maneira integrada com Governo do Estado, envolvendo diversas secretarias municipais e também a Policia Militar. 

Participam da Operação Carnaval  as secretarias de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Serviços Urbanos (Semsur), Defesa Social (Semdes) e sua Guarda Municipal (GMN), Mobilidade Urbana (STTU), Saúde (SMS) por meio da Vigilância Sanitária, além da Urbana e PROCON. 

De acordo com o titular da Semurb, Thiago Mesquita, na última  quarta-feira (10) ocorreu reunião com o Gabinete Civil da Prefeitura e todas as pastas para traçar as ações de fiscalização compreendendo as quatro zonas administrativas da capital.  

“Mesmo não havendo eventos públicos neste ano devido à pandemia, a intensificação das ações à bares, restaurantes, movimentos de ruas e possíveis festas já começa já na tarde desta sexta-feira (12) com as equipes de fiscalização na rua, seguindo até a noite da quarta de cinzas”, disse Mesquita.  

Durante o feriadão, o prédio da Semurb funcionará centralizando o atendimento às denúncias. “Todas as denúncias de aglomeração serão encaminhadas para pasta, que junto com o efetivo policial da cidade atenderá as ocorrências de  festas clandestinas e até mesmo de paredões de som”, emenda o secretario.

De acordo com informações da Semdes, cada dia do Carnaval deve contar com cerca de 100 agentes atuando diretamente nas equipes de fiscalização com propósito de combater, principalmente realizações de festas públicas ou em área de privada de acesso público.  

O diretor de fiscalização urbanística e ambiental da Semurb, Luiz Guttemberg, ressalta que o trabalho também visa coibir crimes ambientais como equipamentos de som que ultrapassem o volume permitido pela legislação. 

“Com ajuda e mobilização das secretarias municipais e com o apoio do Governo do Estado, inspecionaremos toda a cidade a fim de combater as aglomerações neste período carnavalesco, em todos os turnos, inclusive na madrugada. Bem como a utilização de paredões de som, que são proibidos em toda Natal. Pedimos a consciência da população, que não aglomere. A vacina chegou, mas a pandemia ainda não acabou”, disse Guttemberg.

Qualquer ocorrência visualizada pela população no período carnavalesco pode ser informada diretamente ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) pelo número 190.

Nenhum comentário