Deputados debatem sobre questão hídrica, transporte público e democracia


Os deputados Vivaldo Costa (PSD), Francisco do PT, Cristiane Dantas (Solidariedade), Ubaldo Fernandes (PL) e Isolda Dantas (PT) se pronunciaram na sessão desta quinta-feira (11), no ‘horário de deputados’ que encerra a sessão ordinária da Assembleia Legislativa. Vivaldo levantou o tema da segurança hídrica após leitura de um artigo do ex-senador e ex-governador Garibaldi Filho sobre o assunto, e lembrou de ações quando foi vice-governador e governador do Rio Grande do Norte.

“Como governador contratei uma empresa americana para fazer um projeto de irrigação para a fruticultura do Vale do Açu”, lembrou Vivaldo, que ainda relatou ações como perfuração de poços com instalação de dessalinizadores”. Depois do pronunciamento de Vivaldo, o deputado Francisco do PT lamentou a morte do ex-vereador de Currais Novos, Rady Dias de Medeiros, que teve o nome ligado à Educação do Rio Grande do Norte e foi diretor do IFRN naquele município. “Faço um apelo ao Colegiado de Líderes para fazer uma Moção de Pesar pela morte de Rady”, disse Francisco, lembrando que ele, quando vereador, foi líder na Câmara do prefeito de Currais Novos, Odon Júnior (PT).

Em sua fala, a deputada Cristiane Dantas fez agradecimento ao ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, pela assinatura, nesta quarta-feira, de uma Ordem de Serviço para dar início às obras do sistema de transporte sobre trilhos, beneficiando 6,8 mil pessoas na região Agreste, principalmente os municípios de São José de Mipibu e Nísia Floresta. “Também será um incentivo ao turismo e o investimento será de R$ 58,3 milhões”, concluiu a parlamentar.

O deputado Ubaldo Fernandes comentou a audiência que teve no dia anterior com a diretoria da Funasa no Rio Grande do Norte, na companhia de representantes da Prefeitura de Tangará, quando ficou definido o apoio do órgão federal a projetos de esgotamento sanitário e de abertura de poços no município. Ubaldo lembrou ainda de leis de sua autoria sancionadas pela governadora Fátima Bezerra há exatamente um ano, como a que instituiu nas escolas o ensino sobre costumes e tradições dos municípios potiguares, e a que permite à população obter informações sobre prevenção de violência e assédio sexual em transportes públicos. Ubaldo concluiu afirmando que foi à Secretaria de Mobilidade de Natal (STTU), solicitar o ‘redesenho’ de algumas linhas de ônibus da capital, para melhor atender aos moradores de bairros menos assistidos.

Encerrando o horário de deputados, Isolda Dantas fez críticas à gestão do prefeito de Natal e prestou solidariedade ao ex-deputado Fernando Mineiro, que nesta quarta-feira foi impedido, por decisão do Tribunal Superior Eleitoral, de tomar posse como deputado federal, mesmo depois da Justiça Eleitoral ter lhe concedido o diploma. “O oligarca Beto Rosado usurpou o mandato da presidente Dilma e é essa ‘democracia’ que queremos denunciar”, disse Isolda, apontando o deputado do PP, mantido no cargo, como um parlamentar que vota contra a classe trabalhadora.

 

Nenhum comentário