Deicor/PCRN deflagra operação Natal com justiça e prende 07 integrantes de uma organização criminosa

Policiais Civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado DEICOR, no dia de hoje, 22/12/2020, prenderam 07 (sete) integrantes de uma organização criminosa voltada à prática de tráfico de drogas, roubos e homicídios, em sua maioria nas cidades de Natal e de Mossoró.
Durante as investigações os policiais civis constataram que essa Organização Criminosa, comandada por "NEM DA ABOLIÇÃO", além de traficarem drogas, ordenarem homicídios, eles também financiavam roubos a bancos e a carros-fortes.
Um dos homicídios atribuídos a essa organização foi da empresária FLÁVIA MAGALHÃES DA ROCHA, morta dentro de uma farmácia, com cerca de 20 tiros de pistola, no mês de abril do corrente ano. O motivo desse crime foi porque o "NEM" e sua esposa FERNANDA, atribuíram as suas prisões à FLÁVIA, ou seja, desconfiaram de que a FLÁVIA teria fornecido à polícia o endereço onde o casal estava escondido há meses da polícia.
Foram presos, por força dos mandados de prisão preventiva, as pessoas de:
- CARLOS ALEXANDRE MARTINS SALVIANO, vulgo "NEM DA ABOLIÇÃO";
- LÁZARO NASCIMENTO DE SOUZA, vulgo "BUFA",
- MARCIO GOMES DA SILVA, vulgo "Mago Véi";
- ERASMO CARLOS DA SILVA, vulgo "PALMEIRENSE";
- JUDSON BEZERRA ARAÚJO BATISTA, vulgo "Bebezão";
- WALTER LINHARES DOS SANTOS, vulgo "Nenenzinho";
- THIAGO MARQUES DE ARAÚJO, vulgo "Nino".
Continua foragida a Sra, FERNANDA BERNARMINO DA SILVA, esposa de "NEM DA ABOLIÇÃO", salientando que agora a FERNANDA é quem comanda o tráfico de drogas no lugar do seu marido que se encontra preso da Penitenciária Federal de Mossoró/RN.
Além da DEICOR, participaram da Operação Policial a 2ª Delegacia Regional de Mossoró e a DEPATRI/PCPE, pois mais uma vez a investigação se deu de forma integrada entre as unidades da Polícia Civil.
As investigações continuam até a identificação e prisão dos demais envolvidos nessa Organização Criminosa, cuja maior atuação se dava na cidade de Mossoró e adjacências.
A Polícia Civil pede para que a população continue enviando informações de forma anônima, através do disque denúncia 181, disque DEICOR (84) 3232-2862 ou ZAP DEICOR (84) 98135-6796.
"Para combater o crime, a qualquer hora e em qualquer lugar, DEICOR!"
Fonte: Comunicação Social da PCV/RN.

Nenhum comentário