Aglomerações foram dispersadas em Natal por agentes de segurança da prefeitura e estado

 


Algumas aglomerações foram feitas no decorrer das fiscalizações durante o feriadão natalino em Natal. As ocorrências na orla de Ponta Negra e em alguns bairros da cidade foram resolvidas com conversas entre os agentes e as pessoas, finalizando como aglomerações. As ações buscavam inibir quaisquer desrespeitos ao decreto municipal que determinavam critérios de segurança sanitária para evitar a propagação do coronavírus.

As medidas seguidas pela Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social de Natal (Semdes) aliada à segurança do Estado fiscalizaram como aglomerações nas praias, bares, restaurantes, casas de show e reforçaram o uso de máscaras de proteção e outras medidas de prevenção .

Durante as fiscalizações, guardas municipais, agentes da defesa civil, policiais militares e civis, entre outros agentes públicos abordaram pessoas que estavam sem máscaras de proteção, levaram informações sobre o uso obrigatório e doação do equipamento de proteção.

De acordo com Mônica Santos, a integração das comunicações da Prefeitura do Natal e do Estado possibilitaram o cumprimento dos decretos públicos e evitar em toda extensão da orla da capital (de Redinha a Ponta Negra) que ações danosas a saúde voltassem a se repetir. “O trabalho integrado reúne isolamentos em prol da sociedade. Tivemos fiscalização nos comércios da orla, nos calçadões e em toda a faixa de areia. A iniciativa do prefeito Álvaro Dias de reforçar a fiscalização para o bem de Natal vem surtindo efeito positivo ”, comentou uma secretária.

O subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz, coordenou as guarnições da Guarda Municipal que disponibilizou os quatro dias de fiscalizações 22 viaturas operacionais e um efetivo de guardas municipais reforçado por homens que estavam de folga. “Conseguimos inibir várias aglomerações tanto na região Sul quanto no Norte da cidade. Muitas pessoas ainda desrespeitam às normas sanitárias, porém como empresas estão sendo orientadas e aquelas que desobedecem podem ser interditadas e multadas ”, comentou.

Na prática os fiscais averíguam todos os itens determinados nos decretos municipais que apontam para o distanciamento entre mesas e cadeiras, quantidade máxima de pessoas no estabelecimento, uso de máscaras de proteção facial, acesso a álcool gel 70% para clientes e funcionários, aferição da temperatura na entrada do estabelecimento, entre outras. “Uma operação continua durante toda a semana e será reforçada novamente no feriadão de final de ano”, concluiu a secretária da Semdes, Mônica Santos.

O trabalho integrado utilização de viaturas, quadriciclos e motocicletas e uniu a Guarda Municipal do Natal (GMN), Defesa Civil, STTU, Semurb, Semsur, Procon, Corpo de Bombeiros Militar, Polícias Militar e Civil numa operação grande em prol da saúde pública.

Nenhum comentário