Pré-candidato a presidente assume que é gay em entrevista a Bial

 


O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), falou sobre homossexualidade e se declarou gay, pela primeira vez publicamente, no programa Conversa com Bial, da TV Globo, que irá ao ar na madrugada desta sexta-feira (2).

"Eu sou gay. E sou um governador gay, e não um gay governador, tanto quanto [Barack] Obama nos Estados Unidos não foi um negro presidente, foi um presidente negro. E tenho orgulho disso", disse Leite, 36.

"Eu nunca falei sobre um assunto que eu quero trazer pra ti no programa, que tem a ver com a minha vida privada e que não era um assunto até aqui porque se deveria debater mais o que a gente pode fazer na política, e não exatamente o que a gente é ou deixa de ser", explicou o político na entrevista ao apresentador Pedro Bial.

Ele afirmou, porém, que atualmente "nesse Brasil com pouca integridade a gente precisa debater o que se é".

Leite é um dos cotados pelo PSDB para disputar a Presidência da República nas eleições de 2022. O partido deverá realizar prévias no mesmo de novembro.

A disputa interna contará ainda com o governador de São Paulo, João Doria, com o senador Tasso Jeireissati, e com o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.

O governador gaúcho admite que pode retirar seu nome se houver algum candidato capaz de unificar a chamada terceira via e mostrar competitividade. Nos bastidores, tucanos apostam que ele e Tasso poderão se unir.

Com informações da Folha

Nenhum comentário