Vivaldo Costa cobra atenção dos governos para o homem do campo

 


A preocupação com a escassez hídrica e com a situação do homem do campo no Rio Grande do norte voltou a pautar o pronunciamento do deputado Vivaldo Costa (PSD). Nesta quarta-feira (2), durante sessão plenária híbrida da Assembleia Legislativa, o parlamentar cobrou a atenção do Governo do Estado e Governo Federal para os pequenos produtores do interior do Estado.  

“Esse ano choveu razoavelmente bem no Oeste, mas nas demais regiões do Estado o inverno tem sido muito fraco. Um quadro desolador de seca. Diante dessa triste realidade, os órgãos responsáveis precisam elaborar um diagnóstico rápido e verificar o que pode ser feito em favor do pecuarista e agricultor familiar. A bancada política federal do RN também deve procurar os ministérios a fim de socorrer o sertanejo”, alertou Vivaldo. 

De acordo com ele, enquanto os produtores vêm sofrendo com a queda no preço de venda de seus produtos, os insumos para a criação têm tido disparada no preço. “O preço do leite está lá embaixo e caindo sempre mais. Enquanto isso, o concentrado proteico para a pecuária está cada vez mais caro”, exemplificou.

Dentre as ações sugeridas pelo deputado para suporte ao homem do campo, Vivaldo diz que as medidas precisam ser assumidas com urgência pelos responsáveis para que se tornem possíveis. “Perfurar poços onde tiver necessidade; acionar a Conab para que mande ao RN milho subsidiado; contactar bancos para perdoar dívidas dos pequenos pecuaristas e agricultores, abrir linhas de crédito, isso é urgente. O sertanejo está cada vez mais pobre, endividados e sem alternativas”, pontuou.

Nenhum comentário