Governo do RN inspeciona obras da Fortaleza dos Reis Magos

 

SERVIÇO ESTÁ 84% CONCLUÍDO COM RECURSOS VIABILIZADOS ATRAVÉS DO GOVERNO CIDADÃO. FOTO: JOÃO VITAL

A governadora Fátima Bezerra e o vice-governador Antenor Roberto, ao lado do secretário de Gestão de Projetos e Metas e coordenador do Projeto Governo Cidadão, Fernando Mineiro, fizeram uma visita de inspeção à Fortaleza dos Reis Magos na manhã desta segunda-feira (14).  Acompanhados da secretária estadual de Turismo, Ana Maria Costa, e do diretor da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto, eles avaliaram a execução das obras de restauração da edificação que está com 84% de conclusão.

“Estamos na fase de conclusão desta obra que é o marco inicial da fundação da cidade, que é a memória histórica de Natal e do Rio Grande do Norte”, disse Fátima, reforçando que a obra será entregue no final do mês de agosto 2021.

Com o investimento de R$ 4,7 milhões por meio do Governo Cidadão, Secretaria Estadual de Turismo (Setur) e Fundação José Augusto (FJA), via recursos do empréstimo junto ao Banco Mundial, o Governo do Estado restaurou estruturas essenciais — piso, teto e acessibilidade, com a colocação de corrimãos nas escadarias e readequação das salas de exposição e lojas de souvenires —, além da readequação da passarela de acesso. Atualmente, falta apenas a implementação de dois cabos de energia que farão a ligação da rede elétrica da edificação.

Para concluir, a PS Engenharia LTDA, que é responsável pela obra, solicitou aditivo de prazo, devido à dificuldade – desencadeada pela pandemia – de encontrar no mercado o tipo de cabo específico para a finalização da rede elétrica. O Tribunal de Contas do Estado (TCE RN), que acompanha a obra, concedeu mais três meses para a sua conclusão.

 “Essa é mais uma obra que recebemos do Governo passado com baixíssimo percentual de execução, apenas 3,97%. Só tendo sido possível retomar as obras por meio de um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) entre o Governo do Estado e o Tribunal de Contas do Estado do RN, acordado em setembro de 2020”, pontuou Fernando Mineiro, destacando ainda a importância do trabalho integrado, orientado pela governadora Fátima Bezerra, desde o início de sua gestão.

“O atual Governo tem sido um divisor de águas no que diz respeito à cultura. Estamos na iminência de entregar uma das mais importantes e simbólicas edificações da área de nosso Estado, a exemplo de outras que já foram entregues, como a Escola de Dança e o Espaço Cultural João Paulo II. Isso mostra o comprometimento da governadora com a história, com a cultura norte-rio-grandense”, disse Crispiniano Neto, que lembrou: “Também entregaremos, em breve, o TAM, a Pinacoteca e a Biblioteca Câmara Cascudo”.

Corroborando o diretor, Ana Maria da Costa completou: “Este é um equipamento que, com a retomada, vai atrelar história e cultura ao nosso turismo, para que o setor possa ir além do binômio sol e mar”.

FORTALEZA DOS REIS MAGOS

A edificação militar histórica foi o marco inicial de Natal, fundada em 25 de dezembro de 1599, destacando-se ao lado direito da barra do rio Potengi — hoje próximo à Ponte Newton Navarro. O equipamento recebeu este nome em função da data de início da sua construção, 6 de janeiro de 1598, dia de Reis pelo calendário católico.

Tombado em 1949, o Forte esteve sob administração da Fundação José Augusto até 2013, quando passou para as mãos do IPHAN. A última obra de recuperação da fortaleza foi feita há mais de 15 anos.

Em maio de 2017, o Forte retornou à gestão do Governo com uma cessão inicial de 20 anos, após quatro anos sob a administração do IPHAN. A condição em que o prédio foi entregue obrigou o início do processo de restauração.

O monumento concorre ao título de Patrimônio Mundial da Humanidade junto à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – UNESCO.

Nenhum comentário