Empresa potiguar inicia serviços de coleta de lixo em Guarulhos/SP, uma das maiores produtoras de resíduos sólidos do país


Uma empresa genuinamente potiguar - MB Limpeza Urbana - venceu a disputada licitação para coleta de lixo em Guarulhos, cidade com 1,5 milhões de habitantes. Localizada na Grande São Paulo - região do Brasil que mais gera resíduos sólidos com 27 mil toneladas/dia -, Guarulhos é o segundo município da localidade na produção de resíduos.

 

Os serviços de coleta já iniciaram. A MB é a líder do consórcio que executará os serviços na cidade pelos próximos 5 anos, num contrato que empregará cerca de 1.000 profissionais direta e indiretamente. O valor do contrato é da ordem de 74 milhões de reais por ano. Para realização das atividades, a empresa conta com uma frota de 80 caminhões, todos 0km.

 

Sediada em Parnamirim, a MB Limpeza Urbana executa serviços em dezenas de cidades no RN e já atuava também fora do estado em cidades como Patos/PB, Bayeux/PB, Marília/SP, Vera Cruz/SP, Imperatriz/MA, além das capitais Palmas/TO e Maceió/AL.

 

O diretor executivo do Grupo MB, Caio Magno, explica que a coleta de lixo é uma atividade complexa de engenharia, que envolve muito planejamento estratégico: “isso nos permite oferecer serviços mais baratos e com mais qualidade aos municípios onde atuamos e o reflexo disso é justamente a ampliação da nossa atuação no mercado nacional”, detalha.

 

A conquista coloca a empresa potiguar numa posição relevante entre as empresas de engenharia ambiental no cenário nacional.  E apesar das atividades em todo país, os diretores da empresa mantêm a sede no Rio Grande do Norte e prezam pela valorização dos profissionais potiguares, que representam quase todo corpo técnico e administrativo da MB Limpeza Urbana.

 

“A busca por novos mercados está no DNA da MB. Temos diferenciais competitivos com novas tecnologias e melhorias logísticas em nossas operações, a frota mais moderna do Brasil e principalmente, porque investimos constantemente em nossos colaboradores”, finaliza Caio Magno.

Nenhum comentário