Idosa de 108 anos abre mão da Coronavac: "Deixo para quem pode viver mais"

 


Em todo o mundo a ansiedade é gigantesca em torno da vacinação contra a Covid-19. Contudo, no Rio de Janeiro, uma idosa chamou a atenção ao abrir mão desse “privilégio". Dona Hilda Cândida, 108 anos, falou em generosidade e disse que gostaria de destinar a sua dose a quem possa viver mais tempo.

“Eu já vivi tanta coisa nessa vida, com quase 109 anos, que prefiro dar a vacina para alguém mais novo, que ainda pode viver mais do que eu posso. Estou quase partindo, não quero essa vacina", afirmou a idosa ao Extra. Ela completará mais um ano de vida no próximo dia 2 de março.

Ainda muito lúcida, ela diz ter vivido uma vida “bem aproveitada". Já com idade avançada, Dona Hilda enfrenta dores crônicas nas pernas e por isso passa boa parte do dia sentada na varanda da casa onde vive sozinha no distrito de Manuel Duarte, no Rio de Janeiro.

Apesar de ter que encarar alguns remédios e de receber visitas periódicas de enfermeiras em sua casa, a idosa garante não perder o bom humor em momento algum.

Com informações do Yahoo

Nenhum comentário