Governo finaliza reuniões de avaliação do projeto Governo Cidadão


 

A governadora Fátima Bezerra participou nesta terça-feira, 3, da reunião final de avaliação do projeto Governo Cidadão com o Banco Mundial. Realizado por videoconferência, o evento tratou dos investimentos nas diversas áreas como educação, saúde e infraestrutura em todo o estado que vinham sendo avaliados desde a última terça-feira, 27.

Este ano, entre as ações implementadas dentro do projeto Governo Cidadão, estão a implantação de mais de 300 leitos de UTI, algo decisivo para garantir os mais de 7 mil atendimentos realizados em função da pandemia da Covid-19. Outra medida na área da saúde é o projeto de modernização do Sistema de Regulação e o de fortalecimento da Atenção Básica.

A governadora Fátima Bezerra ressaltou que o Projeto Governo Cidadão, financiado com recursos do Banco Mundial, tem sido grande parceiro para permitir investimentos em escolas, hospitais, estradas, infraestrutura para a produção, recursos hídricos e inclusive na força-tarefa para enfrentamento à pandemia. "A responsabilidade do Banco Mundial ajudou muito a criar infraestrutura necessária para assistência à Covid, que se fez e se faz necessária, ainda, e que vai deixar grande legado com 560 leitos novos e hospitais reformados e equipados", afirmou.

"Muitas outras ações foram e estão sendo realizadas nas áreas da educação, estradas, acesso à água e inclusão produtiva", reforçou o secretário de Gestão de Projetos e Metas de Governo, Fernando Mineiro, também coordenador do projeto Governo Cidadão. Mineiro citou os 38 projetos de inclusão produtiva em execução e que envolvem vários órgãos como a Emater, Sedraf, Sape, Emparn e Idiarn. "São ações de grande alcance social e econômico e que deverão estar finalizados até dezembro próximo", informou, para destacar também a correção de projetos e adequações nos últimos 22 meses como o Laboratório de Citologia Patológica, um investimento de R$ 5,6 milhões.

O secretário de Estado do Planejamento, Aldemir Freire, destacou os investimentos do Governo Cidadão como "altamente significativos para o Estado e de forte impacto na economia dos setores público e privado, com repercussão neste momento da pandemia". Ele lembrou que a administração estadual investe em média 10% do valor dos projetos com recursos próprios. "Este diálogo com dirigentes e técnicos do Banco Mundial fortalece a segurança institucional e concretiza investimentos importantes para o Rio Grande do Norte", finalizou Aldemir.

A videoconferência contou também com a participação do vice-governador Antenor Roberto, da secretária-adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista, da gerente executiva do Governo Cidadão, Ana Guedes e de Carlos Nascimento, da Seplan. Além das representantes do Banco Mundial, Maria de Fátima Amazonas e Sophie Naugeas.

Nenhum comentário