Covid-19: Com 0,61, Extremoz tem menor taxa de transmissão da Região Metropolitana desde março de 2020

 

Barreiras sanitárias foram montadas no município com distribuição de máscaras e desinfecção dos veículos e verificação da temperatura corporal para evitar o avanço da pandemia na cidade
 

A atual taxa de transmissão do novo coronavírus divulgada pelo Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) é a menor já vista desde o mês de março de 2020, quando os números relacionados à pandemia começaram a ser informados pelo órgão. Conforme dado disponibilizado por meio da plataforma Covid.Lais nesta terça-feira (22), o número de reprodução efetiva de casos (RT) no município de Extremoz é de 0,61.

De acordo com a prefeitura, as primeiras medidas de combate à pandemia na cidade foram tomadas em 17 de março, com um decreto de situação de emergência em saúde pública. Dias depois, o comércio foi fechado, sendo permitido apenas o funcionamento de serviços considerados essenciais como supermercados e farmácias. Também foi publicado decreto do "lockdown", entre outras medidas que confirmaram a eficácia das ações adotadas pelo Governo Municipal para conter o avanço do covid-19.

Segundo especialistas, os números também destacam que o vírus permanece circulando e que a permanência do cumprimento do distanciamento social, uso de máscaras e de álcool gel 70 será importante para que a taxa permaneça em queda, não havendo assim uma 'segunda onda' da doença.

Link https://covid.lais.ufrn.br/#taxa-rt




Um comentário:

  1. A prevenção ao Covid-19 é essencial e aqui em Extremoz a Prefeitura de Extremoz investiu bastante, com oferta de máscaras, locdau, hospital com leitos apropriados para receber os munícipes,2 respiradores, blitz educativas e muito mais. Por estamos com esse índice graças a Deus, a Prefeitura de Extremoz, as pessoas que aceitaram os cuidados necessários e se Deus quiser vamos vencer essa pandemia.

    ResponderExcluir