Acusado de abusar sexualmente de criança de 5 anos em Extremoz estava foragido da Justiça

 


O homem preso na madrugada de quarta-feira (23/9) em Extremoz,  acusado de abusar sexualmente de uma criança de 5 anos de idade, que mora na casa vizinha à dele tinha um mandado de prisão em aberto por um crime semelhante.

José Eduardo de Almeida da Silva de 47 anos estava foragido desde maio de 2018, quando a 3ª Vara Criminal da Comarca de Mossoró emitiu o mandado preventivo pelo crime de atentado ao pudor, agora tipificado como estupro.

Ele foi preso por PMs do Pelotão Destacado de Extremoz após ser acusado de abusar sexualmente de uma criança no bairro Parque das Jaqueiras. José Eduardo confessou o crime após ser questionado pelos policiais.

Na casa dele, os policiais militares estranharam o fato de haver cadeiras para crianças próximas à televisão, já que nenhuma morava no local.

Com informações do Portal Extremoz

Nenhum comentário