Cientistas de Hong Kong confirmam 1º caso de reinfecção por Covid-19


Um cidadão de Hong Kong que se recuperou de Covid-19 foi infectado novamente quatro meses e meio depois. Trata-se do primeiro caso confirmado de reinfecção pela doença em seres humanos, disseram cientistas da região semiautônoma nesta segunda-feira (24).
A descoberta indica que a doença, que já matou mais de 800 mil pessoas no mundo todo, pode continuar se espalhando entre a população global apesar da imunidade de rebanho, segundo os pesquisadores.
O homem de 33 anos se curou do novo coronavírus e recebeu, em abril, alta do hospital em que estava. Contudo, testou novamente positivo para o vírus após voltar de uma viagem à Espanha, passando pelo Reino Unido, no dia 15 de agosto.
O paciente parecia estar saudável, afirmaram os cientistas no relatório, que foi aceito pelo jornal acadêmico Clinical Infectious Diseases. Eles descobriram que o paciente contraiu um tipo diferente do vírus que havia contraído antes, e permaneceu assintomático para essa segunda infecção.
"A descoberta não significa que tomar a vacina será inútil", afirmou o médico Kai-Wang To, um dos autores do documento. "A imunidade induzida pela vacinação pode ser diferente daquela induzida por infecção natural", explicou ele. "É preciso esperar os resultados dos testes das vacinas para ver o quão eficazes elas são."
A epidemiologista da Organização Mundial da Saúde (OMS) Maria Van Kerkhove disse nesta segunda que não há necessidade de tirar conclusões apressadas em resposta ao caso de Hong Kong.


Fonte: CNN Brasil

Nenhum comentário