“Não aceito desculpas”, diz guarda humilhado por desembargador



O guarda municipal Cícero Hilário contou ao G1 como se sentiu ao ser humilhado neste sábado pelo desembargador Eduardo Almeida Prado Rocha de Siqueira.
“[O pior foi] foi ser chamado de analfabeto, quando ele perguntou se eu sabia ler e quando disse que jogaria a autuação na minha cara. A gente não espera uma atitude dessa de um senhor com a formação que ele tem”, afirmou.
“Se ele me pedisse desculpas hoje, eu não aceitaria, porque acho que não seria sincera e sim pela repercussão que teve o vídeo. Estou desde ontem sem dormir, fiquei chateado, mas me sinto orgulhoso por ter cumprido o meu papel. Não aceito desculpas.”
O desembargador foi flagrado dando carteirada e humilhando o guarda após ser multado por não usar máscara na orla da praia.
Após a repercussão do caso, o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, abriu procedimento para apurar a conduta do magistrado.



Fonte: O Antagonista e G1


Nenhum comentário