Governo entrega mais de 600 cestas básicas e kits de higiene à população vulnerável



As ações dos Programas RN+ Unido e RN+Protegido, do Governo do Estado, estão voltadas esta semana para entrega de 610 cestas básicas, 339 litros de álcool 70%, 6.637 máscaras e 302 kits de itens de higiene e limpeza a 706 famílias para artesãos, marisqueiras, carroceiros e pescadores artesanais, e também o atendimento de instituições filantrópicas que atendem crianças e adolescentes, além de casas de recuperação, ressaltou a secretária do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas), Iris Oliveira.

A secretária participou na manhã desta quarta-feira (20), da entrega de 87 cestas básicas à Associação de Carroceiros de Natal, no bairro Dix-Sept Rosado. “Esse grupo da população sobrevive da atividade informal e depende da movimentação da cidade, da economia, em época de normalidade, e neste momento não está conseguindo renda por meio de sua atividade produtiva”, explicou a Iris Oliveira.

A doação atendeu carroceiros que atuam nas regiões Oeste, Leste e Norte de Natal com as cestas básicas e 35 litros de álcool 70%. No início da manhã havia diversas famílias à espera das doações, que aconteceram primeiro na sede da Associação em Dix-Sept Rosado e, depois, na Associação na zona Norte. “É importante destacar que esse grupo de famílias de carroceiros, em situação de normalidade, vive em situação de vulnerabilidade e, na pandemia, essa situação se agravou”. 

Em Caicó e Currais Novos, no Seridó, a secretária participou da distribuição na terça-feira, 19, para o público de artesãos ainda não havia sido beneficiado e é uma das categorias que mais sofre com os impactos da pandemia porque não consegue comercializar sua produção, o que dificulta ainda mais a obtenção de seu sustento, frisou.  Foram entregues para bordadeiras ligadas ao Comitê de Bordadeiras, bordadeiras e artesãos de Timbaúba dos Batistas de Caicó e em Currais Novos para grupos envolvidos no Fórum de Mulheres que envolve as cidades de Acari, Currais Novos e Parelhas.  A ação também atendeu a artesãos de Jucurutu e de Jardim do Seridó.

As entregas são uma oportunidade de minimizar a situação de carência alimentar a partir dessa entrega de cestas básicas, ressalta a secretária. “É importante reiterar a necessidade de os artesãos procurarem as unidades de Cadastro Único de seus municípios, e também aqueles que são MEI e se enquadram nas condições de recebimento do Auxílio Emergencial por meio do aplicativo da Caixa, devem procurar a equipe do Proarte/Sethas para obter apoio e orientação para acessar essa renda".

De acordo com a secretária, a entrega de cestas básicas é importante e reduz a vulnerabilidade e atende uma situação emergencial, porém o mais importante é garantir a renda temporária do Auxílio Emergencial enquanto durar a situação de pandemia.

Nenhum comentário