Suspeito de causar acidente que matou 2 pessoas na Rota do Sol tem prisão preventiva decretada



A juíza Ana Cristina de Araújo Maia decretou a prisão preventiva do homem suspeito de causar o acidente de trânsito que matou duas pessoas na Rota do Sol, na zona Sul de Natal. Hugo Ribeiro de Siqueira Fernandes, que é motorista de ambulância do Samu, encontra-se internado no Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, e ainda não passou por audiência de custódia.
O acidente aconteceu na tarde do sábado, 2, próximo da Barreira do Inferno. Segundo o Comando de Policiamento Rodoviário Estadual (CPRE), Hugo dirigia um carro modelo Siena. Ele bateu na traseira de um Fiat Strada. Com a colisão, o Fiat subiu o canteiro central da Rota do Sol e colidiu de frente em uma árvore.
Um homem que estava no Fiat, identificado como Carlos Antônio de Souza, de 58 anos, morreu na hora. Nadja Eliza de Lima Silva, de 39 anos, mulher de Hugo, estava no banco do carona do Siena, e também morreu.
Hugo foi preso em flagrante, pois havia indícios que estava embriagado. Seu enteado e filho de Nadja, disse a testemunhas do acidente que seu padrasto havia bebido uísque, cachaça e cerveja.
HOMICÍDIO CULPOSO
O motorista suspeito de causar o acidente foi autuado por homicídio culposo, onde não há a intenção de matar. A informação foi confirmada pelo promotor de Justiça Wendell Beetoven Ribeiro Agra, que deu voz de prisão e também testemunhou o acidente.
“Acho que foi duplo homicídio doloso, pois o motorista, ao beber e dirigir em alta velocidade, fazendo manobras arriscadas, assumiu o risco de causar um acidente e matar alguém. Ele inclusive bebia dentro do carro, onde foram encontradas 16 latas de cerveja. Infelizmente, como testemunha, não posso atuar como promotor no caso”, comentou Beetoven.

Nenhum comentário