Câmara realiza Sessão Solene em Homenagem ao Dia Mundial da Paz




 

“Nós acreditamos que a paz é uma construção diária e requer empenho de todos. Por isso, hoje, neste ato solene, nós Celebramos o Dia Internacional da Paz e prestamos homenagem àquelas pessoas que têm desenvolvido ações importantes para a promoção da paz em nossa cidade”, enfatizou o vereador Fúlvio Saulo (SD), durante discurso na noite desta quinta-feira (19), na Sessão Solene de sua proposição em Homenagem do Dia Mundial da Paz.

A solenidade teve como finalidade homenagear pessoas e entidades representativas que atuam na manutenção da paz na cidade de Natal. No dia 21 de setembro é comemorado o Dia Internacional da Paz.  No total, dezenove homenagens de embaixador pela paz mundial foram concedidas pelo legislativo municipal. Entre os homenageados, o idealizador da campanha Trânsito na Paz, Marcelo de Moura, que destacou a necessidade de se debater a importância da paz no trânsito. “Lembrando sempre que o veículo é uma arma em potencial e que pode matar mais do que uma própria arma na mão de um cidadão que esteja fora de si, então é preciso que tenhamos esse debate entre os nossos jovens, os pais, ações diárias, em eventos, para que alertemos a sociedade”, enfatizou.

Ednaldo Lins é bombeiro civil e foi homenageado pela sua atuação como voluntário junto ao resgate dos sobreviventes da tragédia e Brumadinho, no interior de Minas Gerais. Ele agradeceu o reconhecimento da casa ao trabalho realizado por ele. “Fico muito grato pela indicação e essa importância da nossa atuação como voluntários e humanitários de buscar uma reposta para as pessoas e como explica a propositura de hoje, o nosso trabalho foi levar paz para os mais necessitados naquele momento tão difícil”, acrescentou

“A eliminação da fome no mundo poderia ser eliminada com o dinheiro gastos pelas nações em guerra. Uma em cada cinco crianças no mundo passam fome. Os investimentos para a paz, quem mudará essa realidade? As religiões, a espiritualidade, mais do que nunca estão sendo utilizadas para propagar a paz. Então nós precisamos mais do que nunca da espiritualidade e as religiões precisam se unir para lutar por essa paz”, acrescentou o missionário Edivan Ribeiro, representante da Federação para Paz Universal (UPF).

Para finalizar, o vereador Fúlvio ainda comentou. “A paz não é somente uma questão dos países que vivem em guerra, a paz tem que iniciar nos nossos lares e isso tem que ser plantado na casa de cada cidadão. Temos que plantar a paz na sociedade”, Fulvio.

Nenhum comentário