Polícia prende suposto chefe de facção criminosa em Ceará-Mirim


A Polícia Civil deflagrou, nesta quinta-feira (15), a operação ‘Ciará Ará’ para cumprir seis mandados de busca e apreensão em Ceará-Mirim. A ação, voltada ao combate do tráfico de drogas e de facções criminosas, resultou na prisão de Jackson Gonçalves do Nascimento, 29 anos. Ele é apontado como chefe de uma facção criminosa atuante do Distrito de Massaranduba e está sendo investigado por homicídios ocorridos no município.
Com Jackson Gonçalves, foram apreendidos uma arma de fabricação caseira calibre 12, um revólver e oito munições calibre 38, cinco munições intactas calibre 12, 21 porções de maconha, um caderno contendo a contabilidade da venda de drogas, dois aparelhos celulares, uma balança de precisão, além de um capuz, uma capa de colete balístico e uma roupa camuflada. Também foi encontrada no imóvel uma quantia de R$716 em dinheiro fracionado.
No local da diligência, os policiais identificaram que funcionava um comércio clandestino de gás de cozinha e nove botijões de gás foram apreendidos. Jackson Gonçalves foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, pela revenda de derivado de petróleo em desacordo com a lei e por receptação.
A operação ‘Ciará Ará’ significa caranguejo branco e corresponde a Ceará-Mirim em tupi-guarani.

Nenhum comentário