Maioria no STJ vota por reduzir a pena de Lula



A maioria dos ministros da Quinta Turma do STJ fixou em 8 anos e 10 meses a pena de prisão de Lula no processo do triplex.
A previsão é que, se não for condenado novamente em segunda instância, o ex-presidente possa ser solto em setembro.
O voto decisivo foi proferido agora há pouco pelo ministro Reynaldo Soares da Fonseca, seguindo pena proposta pelo relator, Felix Fischer, e também adotada por Jorge Mussi.
Na segunda instância, a pena foi calculada em 12 anos e 1 mês.
Como responde a outros processos, o ex-presidente ainda pode sofrer novas condenações que o mantenham na prisão ou, caso tenha direito ao benefício, façam-no voltar para atrás das grades.
O Antagonista e O Globo

Nenhum comentário