UFRN INICIA PROJETO DE EXTENSÃO EM EXTREMOZ


Este projeto é uma ação em parceria entre a Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN e Associação Amor Vida Saúde Arte - AVISA. Este projeto está cadastrado na Pro-Reitoria da UFRN como um projeto de extensão da Universidade.

As atividades realizadas nos dias 03 e 05 de maio tiveram ênfase na higienização, como evitar contaminações por agentes infecciosos veiculados pela ingestão de água e alimentos contaminados, bem como a realização da coleta de sangue. Explica a professora de Parasitologia Clínica da UFRN, Ana Claudia Galvão Freire Gouveia.

Na ocasião, estiveram presentes outros professores da UFRN entre eles o professor de Bromatologia (análise de alimentos) Francisco Caninde de Sousa Junior que falou da importância desta parceria e das atividades já desenvolvidas e as que virão: "...este projeto é importante para os alunos, pois eles têm a oportunidade de ir até as comunidades e vivenciarem as realidades...". Disse também da importância para a comunidade. "Estou muito feliz de participar de uma ação como essa! A gente pretende de alguma maneira impactar a vida dessas crianças e suas famílias...", declarou o professor e coordenador do projeto QUALIDADE DE VIDA EM FOCO Francisco Canindé.

As alunas do 9º período, Stephany Costa do Rosário e Fernanda Tomaz Castro de Sousa, disseram o quanto foi importante participar destas atividades. Fernanda, entre muitas coisas, disse ainda que: "...Essa experiência eu vou levar para o resto da minha vida profissional..."

A professora de Bromatologia, Cristiane Fernandes de Assis, ao ser questionada sobre as atividades já desenvolvidas até o momento, disse: "... o que me surpreendeu foi a questão da maioria não ter filtro em casa, de tomar água direto da torneira... Fiquei chocada!" A professora disse isso após entrevistar várias pessoas da comunidade.

Para nós que formamos a Associação AVISA é muito gratificante termos parceiros sérios e comprometidos com o não cerceamento dos direitos de cada ser humano como essa equipe da UFRN com a qual temos trabalhado em parceria desde o início do ano de 2018.
A idealização deste projeto foi algo que com certeza veio de Deus e com os impactos já provocado na vida de todos os envolvidos prova que muita coisa ainda vem por aí.
Para a professora de Bioquímica Clínica, Marcela Abbott Galvão Ururahy, "... esse momento é muito importante para os alunos, para eles estarem inseridos na comunidade contribuindo com aquilo que aprendem na faculdade, trazendo isso para a comunidade, para aqueles que estão pagando para que a gente tenha acesso a essa educação". A professora também falou sobre a dificuldade da comunidade ter acesso a exames, podendo assim ter melhoria na saúde.

A aluna do 7° período de Farmácia,  Marcele, que é moradora de Extremoz, disse: "hoje eu vi que as pessoas necessitam muito desse apoio na parte da saúde. ...me sinto muito feliz em participar deste projeto." Cleveton Paz Mangabeira, do 9° período, também reconhece a importância da realização dessas "ações de saúde que trazem benefício à população tão carente desses serviços".

Finalizo com as palavras da professora Ana Claudia Galvão Freire Gouveia: "... as ações foram muito proveitosas, muito válidas, ... Foi muito interessante, principalmente pela participação da comunidade..., as crianças eram participativas... Muitas pessoas interessadas em realizar exames... Tanto pais quanto crianças participaram." E concluindo ela nos deixa com água na boca: "... a gente pode depois pensar em um outro momento para dar continuidade e fazer outros trabalhos, outros exames".




Nenhum comentário