Recibo apresentado pelo ex-presidente Lula tem data que não existe

Um dos documentos anexados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em sua defesa chamou atenção por um erro.
Trata-se de um recibo para comprovar que a família do petista pagava aluguel ao engenheiro Glaucos da Costamarques referente a um apartamento vizinho ao dele, em São Bernardo do Campo.
Em um dos recibos, consta que a ex-primeira-dama Marisa Letícia, morta no começo deste ano, pagou R$ 4.170, referente ao aluguel "vencido no dia 31 de junho de 2014". Ocorre que o mês de junho se encerra no dia 30. 
Outro erro igual ocorre no recibo de novembro 2015, mês que também não tem 31 dias. 
Esse é o mesmo processo em que o ex-presidente prestou depoimento ao juiz Sérgio Moro, no último dia 13. 
Lula é acusado de ter usado um testa de ferro, que seria Glaucos, para adquirir o apartamento vizinho ao dele, com dinheiro de propina da Odebrecht. 
Os aluguéis, segundo o engenheiro, não foram pagos de 2011 a 2015. 
O R7 entrou em contato com a defesa do ex-presidente e aguarda um posicionamento sobre o erro no recibo apresentado.

Nenhum comentário