Dison anuncia construção de área dedicada ao turismo religioso em Canguaretama

Crédito da Foto: João Gilberto

O deputado estadual Dison Lisboa (PSD) afirmou na manhã desta terça-feira (5), em sessão plenária na Assembleia Legislativa, que a cidade de Canguaretama ganhará em breve uma estrutura voltada para a população que estiver no município fazendo turismo religioso. A expectativa é que as visitas ao local aumentem no próximo mês de outubro, quando os mártires de Cunhaú e Uruaçu, vítimas de massacres ocorridos em 1645, nos municípios de Canguaretama e São Gonçalo do Amarante, serão canonizados e reconhecidos como santos pela Igreja Católica.

“No último domingo eu participei reunidos com o governador do estado, secretários e com o padre José Neto para tratar da estrutura que será oferecida aos visitantes. Todos estão cientes que a visitação, que já é alta, vai aumentar mais ainda. Por isso informo que vamos ajudar nesse pleito que é extremamente importante”, disse.

De acordo com o deputado, o governador afirmou que será construída uma área de lazer com banheiros, lanchonetes e restaurantes para atender a população que visita o local. Além disso, a estrada que liga a BR-101 a igreja principal será restaurada.

HISTÓRIA
Os mártires potiguares foram vítimas de dois massacres, ambos no ano de 1645, no contexto das invasões holandesas no Brasil. O primeiro na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho de Cunhaú, município de Canguaretama. O segundo em Uruaçu, comunidade do município de São Gonçalo do Amarante. Todos foram brutalmente assassinados por ódio à Igreja Católica. Entre eles, estavam os padres André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, além do camponês Mateus Moreira, que teve o coração arrancado.

Nenhum comentário