‘Bandido não manda em nada’, reage comandante da PM de Mãe Luíza


O comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Fábio Araújo, enfatizou em entrevista ao portalnoar.com que bandidos não prevalecerão. Nessa segunda-feira (24), integrantes de facção criminosa distribuíram na comunidade de Mãe Luíza um salve-geral com instruções de ordem à população. A PM colocou abaixo a ordem dos bandidos.

“Desculpe-me a expressão, mas é a mais apropriada, porque aqui no Estado só tem bandido ‘chibata’. Eles são muito homens e brabões por detrás de um celular, mas não tem quem possa enfrentar a PM”, declarou Araújo, que ainda pontuou sobre homens de maior periculosidade.
“Temos mais cautela com bandidos fortemente armados que assaltam bancos, mas também não recuamos porque não pode haver bandido para o qual a Polícia Militar vá se dobrar. Com esses somos mais cautelosos. Agora, esses bandidos pé de chinelo, menino, buchudo… Não admito! Não admito bandido dizer que manda em algum lugar. Não manda!”, destacou o comandante do 1º BPM.
Nas instruções distribuídas à comunidade, os bandidos deixavam ameaças para o caso de não cumprimento. Fábio Araújo garante que tais ameaças não vão prevalecer.
“Amanhã vamos nos reunir com o conselho comunitário de Mãe Luíza e dar as garantias que demos hoje. Vamos entrar e derrubar casa de vagabundo quantas vezes forem necessárias. Eles querem fazer como no Rio de Janeiro, onde há áreas aonde o Estado não chega. Aqui, não! Eles não mandam em nada”, decretou o comandante.
Fábio Araujo ainda falou sobre o esforço pessoal que deposita em ações como essas. Para ele, não se trata apenas de uma ação do Estado, mas de um cidadão empenhado em construir uma cidade melhor.
“A última barreira da sociedade é a Polícia Militar. Se ela cai, você não tem direito a mais nada. Trabalhamos não só pela sociedade, mas por nós mesmos. Quero uma cidade melhor para meus filhos, meus amigos. Temos muitos policiais bons. Não vamos desistir. Nosso único freio é a legalidade. Não admito isso. Não admito bandido dizer que manda em um local. Não manda, e a Polícia Militar estará lá para provar que não manda”, garantiu.
portalnoar.com

Nenhum comentário