Studio Corpo de Baile, a peça Emília Detetive e o Quarteto de Cordas da Filarmônica UFRN se apresentam no fim de semana


O Dançando nas Dunas inicia a programação cultural no sábado (24).  E os projetos Bosque Encena e Som da Mata animam o domingo (25).

 

O Dançando nas Dunas virtual do próximo sábado, dia 24, às 16h30, recebe o espetáculo Mix de Clássicos ao Popular, produzido pelo Studio Corpo de Baile, uma escola para o ensino dos vários estilos da dança que também estimula a formação de profissionais.

Com direção geral de Anna Thereza Miranda, direção artística de Arthur Oliveira e coreografias de Bruno Trindade e Arthur Oliveira, conta com a tradição de 24 anos no ensino da dança. A produção audiovisual do espetáculo é da Praeira Filmes.

No domingo (25), às 10, inicia a programação cultural com o Bosque Encena virtual apresentando a peça Emília Detetive da Companhia FUNFEST. A história começa quando Pedrinho, Narizinho e Emília resolvem fazer um concurso de desenhos e se dão conta que falta a cor verde. A boneca Emília lembra que uma vez Visconde havia ensinado como poderia fazer a cor verde.

Ao procurar pelo famoso Sabugo de Milho, eles descobrem que Visconde sofreu uma queda e, ao acordar, ele não fala coisa com coisa e não se lembra de nada. Emília sempre muito metida a inteligente, diz que Visconde perdeu a sua inteligência e logo convence a todos que ela precisa resolver o caso da "inteligência desaparecida do Visconde”. A partir daí começa uma viagem com muita aventura, música, dança e aprendizado.

Finalizando o dia, o Som da Mata, a partir das 16h30, recebe o Quarteto de Cordas da Filarmônica UFRN, composto pelos músicos André Albiergio (violino I), Patrick Santos (violino II), Kainan Firmino (viola) e Allis Spinosa (violoncelo).

A Filarmônica UFRN tem 12 anos de atividade. É formada, exclusivamente, por alunos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e tem sido um laboratório orquestral de projeção de músicos para o mercado nacional e internacional. A Filarmônica foi vista e ouvida por mais de 150 mil pessoas entre 2009 e 2021. Mesmo durante o atual cenário de pandemia do Covid-19, tem realizado concertos online e mantido a sua tradição de levar música de qualidade, só que agora por meio da internet e obedecendo a todas as regras de segurança de saúde para seus músicos e público.

Projetos

Os projetos Bosque Encena, Som da Mata e Dançando nas Dunas acontecem graças à renúncia fiscal da Prefeitura do Natal, por meio da Lei Djalma Maranhão. E contam com o apoio do Governo do Estado, através do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente - Idema, que cede o espaço do Parque das Dunas, onde estão sendo gravados os eventos.

 

Serviços:

 

Dia: 24/07 (sábado)

Evento: Dançando nas Dunas - 16h30

- Youtube: Dançando nas Dunas

- Instagram: @dancandonasdunas

- Facebook: dançandonasdunas

 

•        Dia: 25/07 (domingo)

 

  Evento: Bosque Encena – 10h

 

-Youtube: Bosque Encena

 

- Instagram: @bosqueencena

 

- Facebook: bosqueencena

 

•        Evento: Som da Mata – 16h30

 

- Youtube: Som da Mata

 

- Instagram: @somdamata

 

- Facebook: somdamata

 

 Produção Bosque Encena e Som da Mata: SADEPAULA Produções Criativas

Nenhum comentário