Mortes por abuso de álcool no Brasil aumentam 18,4%

 


Dados dos Sistemas de Informações sobre Mortalidade (SIM), sistema oficial do Ministério da Saúde para registrar óbitos no Brasil, mostram que, de 2019 para 2020, houve aumento de 18,4% nos registros de mortes com causa básica final relacionada a "transtornos mentais e comportamentais devidos ao uso de álcool".

Em 2020, foram 7.612 mortes, principalmente a partir de abril, logo depois dos primeiros casos e mortes por covid-19 no país. Em todo o ano de 2019, foram 6.428. De acordo com um estudo realizado em parceria pela Fiocruz, UFMG e Unicamp, 18% dos brasileiros estão bebendo mais desde o início da crise.

Especialistas analisaram dados entre 2010 e 2020 e indicam que o aumento está muito acima da média da última década —na maior parte deste período, houve queda neste tipo de morte. 

Entre 2018 e 2019, a elevação havia sido de apenas 0,2%. O máximo de aumento identificado na última década até agora tinha sido em 2011, com relação ao ano de 2010, de 3,9%. E entre 2012 e 2016, a tendência foi majoritariamente de queda.

Nenhum comentário