JOVEM É ESPANCADA EM NATAL POR CRIME QUE NÃO COMETEU

 


Maria Antônia Souza tem 22 anos, mora no Bom Pastor, zona Oeste de Natal com a mãe e os irmãos. Ela é auxiliar de Recursos Humanos em uma empresa e vende roupas femininas para ajudar na renda. Neste último sábado (17), ela foi ao Alecrim, centro comercial popular da capital, comprar artigos que revende, na mesma loja que frequenta há alguns anos.

Passou pouco tempo e saiu da loja, mas foi surpreendida com uma mulher na calçada a acusando de ter-lhe roubado o celular. A tal mulher já havia feito uma confusão no local e muita gente parou para ver. Maria nem teve tempo de se defender e foi logo agredida pela tal mulher. Com socos, chutes, Maria foi espancada na frente de todos. A agressora dizia: "me disseram que quem me roubou foi uma nega de cabelo vermelho".

Depois que Maria Antônia já tinha apanhado, o dono da loja apareceu com o vídeo da camera de segurança, mostrando que os autores do roubo eram dois homens e uma mulher, e que na hora do crime Maria sequer estava na estabelecimento.

A jovem agredida chamou a PM, que mesmo assim a obrigou a ir na viatura para a delegacia. Lá foi feito um boletim de "vias de fato" e a agressora foi liberada. Maria Antônia agora pede justiça. Foi espancada, humilhada, por um crime que não cometeu. Hoje ela conversa comigo no Brasil Urgente, na @band_rn, a partir das 16h.
Por Jacson Damasceno

Nenhum comentário